quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Lobini H1


Esportivos nacionais fora-de-série sempre tiveram espaço e destaque em nosso mercado, desde o início da produção de carros no Brasil. Porém, após a abertura das importações, tornaram-se cada vez mais raros. Isso até o lançamento do Lobini, que veio agitar o segmento, que excluindo algumas réplicas, é o único representante. Tive a oportunidade de descobrir se o Lobini atende os anseios de quem busca um esportivo exclusivo e de bom desempenho, o testando no Autódromo de Curitiba.

O Lobini tem motor 1.8 Turbo com intercooler, 4 cilindros, 20 válvulas, com 180cv. Em posição central, com tração traseira, o esportivo tem respostas rápidas e ariscas. Sua relação peso x potência é muito boa, visto que o carro é pequeno, tem chassi em aço carbono tubolar e carroceria em fibra de vidro. A arrancada dele é forte e bastante crescente a partir dos 3.000 rpm. Em cerca de 6 segundos já está em 100km/h e dos boxes ao fim da reta, chega-se tranquilamente aos 150km/h, sem exigir muito do carro. Nas curvas, visto que não tem nem ABS nem controle de tração, ele não aceita provocações e responde à altura. Ou seja, tem que segurar o carro no braço, o que é a grande diversão.
Com uma estabilidade excepcional, você sai da curva com o motor "cheio", com o som da turbina na altura do ouvido, dispensando totalmente o uso do CD player que vem de série. Ele ganha velocidade muito rápido e em pouco tempo já estava fechando uma volta. Na reta do autódromo, fui a 190km/h no ponto de frenagem de 200m. Não sou piloto, logo não ia pagar para ver se eu conseguiria freiá-lo, caso deixasse para começar a manobra na placa de 100m, apesar de não sentir em momento algum insegurança ao pilotá-lo.
Fecho a volta e retorno aos boxes, curtindo o som da turbina, com a capota removível aberta e concluindo que o modelo atende a expectativa dos apaixonados por velocidade. De contrução artesanal, feita em Cotia - SP, o modelo é quase que vendido exclusivamente por encomenda.

Resumindo, o carro tem um comportamento excelente, um design que agrada a muitos e está longe de ser apenas um buggy com motor potente. O carro é construido seguindo a clássica receita de esportivos ingleses e souberam aproveitar bem o espírito destes modelos no Lobini. Gostou? Então acesse http://www.lobini.com.br/ e encomende o seu. Ah, separe uns R$ 145.000,00 também.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers