sábado, 22 de outubro de 2011

Porsche GT3 Cup: Sylvio de Barros vence a corrida da Challenge em Curitiba e abre vantagem no campeonato

Favorito, Sylvio de Barros largou na pole e venceu a etapa de Curitiba da Porsche Challenge, categoria B da Porsche GT3 Cup.

Sylvio de Barros venceu de ponta a ponta.
Ele já era líder do campeonato e ao vencer a etapa de Curitiba da Porsche Challenge, abriu vantagem no campeonato e é o favorito ao título.

As primeiras voltas foram bastante disputadas e decisivas, pois os dez primeiros pilotos marcaram tempos muito próximos. Só que Sylvio de Barros, que já abria vantagem viu os seus adversários se distanciarem ou abandonarem a prova.

No pelotão do meio aconteceram várias disputas, principalmente no fim da reta. Muitas delas com fim confuso e escapadas para a grama. Edu Guedes, o famoso cozinheiro e apresentador largou em 10º, completou a prova em terceiro, mas foi punido em 20", o deixando em 7º. A punição foi pela queima de largada.

O grid de largada da prova:
1º - 005 - Sylvio de Barros, 1:22.420 (1:22.702), média de 161,393 km/h
2º - 008 - Rodolfo Ometto Rolim, 1:22.424 (1:22.726)
3º - 018 - Carlos Ambrósio, 1:22.439 (1:22.772)
4º - 025 - Guilherme Ribas, 1:22.498 (1:22.773)
5º - 081 - Gilberto Farah, 1:22.530 (1:23.191)
6º - 046 - Fernando Barci, 1:22.582 (1:22.774)
7º - 045 - Omar Camargo Neto, 1:22.675 (1:23.229)
8º - 011 - Johnny Freire, 1:22.764 (1:23.086)
9º - 057 - Jorge Borelli, 1:22.947 (1:23.104)
10º - 009 - Edu Guedes, 1:23.020 (1:22.987)
11º - 077 - Daniel Schneider, 1:23.487
12º - 012 - Marcello Sarcinella, 1:23.718
13º - 033 - Flávio Rietmann, 1:23.799
14º - 069 - Sérgio Maggi, 1:23.994
15º - 007 - Tommy Soubihe, 1:24.064
16º - 016 - Ludovico Pezzangora, 1:24.185
17º - 015 - Ricardo Cosac, 1:24.527
18º - 099 - Alan Turres, 1:24.910

Resultado da prova 9 da Porsche Challenge:
1º - 005 - Sylvio de Barros, 19 voltas em 27:01.247, média de 155,891 km/h
2º - 018 - Carlos Ambrósio, a 11.438
3º - 069 - Sérgio Maggi, a 12.015
4º - 077 - Daniel Schneider, a 17.745
5º - 045 - Omar Camargo Neto, a 18.396
6º - 099 - Alan Turres, a 30.573
7º - 009 - Edu Guedes, a 31.659
8º - 016 - Ludovico Pezzangora, a 44.627
9º - 011 - Johnny Freire, a 44.781
10º - 057 - Jorge Borelli, a 59.256
11º - 008 - Rodolfo Ometto Rolim, a 1:03.352
12º - 025 - Guilherme Ribas, a 1 volta (abandono)
13º - 033 - Flávio Rietmann, a 1 volta
14º - 046 - Fernando Barci, a 15 voltas (abandono)
15º - 007 - Tommy Soubihe, a 17 voltas (abandono)
16º - 081 - Gilberto Farah, a 18 voltas (abandono)
17º - 015 - Ricardo Cosac, a 19 voltas (abandono)

Desclassificado: 13) 012-Marcello Sarcinella, a 1 volta
Melhor volta: Sylvio de Barros, 1:23.547, média de 159,216 km/h
Carros 009, 015 e 046 punidos com acréscimo de 20 segundos por queima de largada
Carro 012 desclassificado por atitude antidesportiva contra carro 015

Classificação do campeonato após a etapa de Curitiba:
1º - Sylvio de Barros, 113 pontos
2º - Carlos Ambrósio, 89
3º - Fernando Barci, 87
4º - Gui Affonso, 68
5º - Rodolfo Ometto Rolim, 67
6º - Eduardo Azevedo, 60
7º - Sérgio Maggi, 58
8º - Gilberto Farah, 57
9º - Edu Guedes, 50
10º - Daniel Schneider, 45
11º - Johnny Freire, 36
12º - Marcelo Stallone, 35
13º - Tommy Soubihe, 31
14º - Amilcar Collares, 28
15º - Carlos Silveira, 26
16º - Alan Turres, 24
17º - Guilherme Ribas, 21
18º - Cristiano Piquet e Ipe Ferraiolo, 20
20º - Jorge Borelli, 19
21º - Ludovico Pezzangora (Itália), 17
22º - Zeca Feffer, 15
23º - Paco Salcedo (México), 14
24º - Omar Camargo Neto, 13
25º - Flávio Rietmann, 11
26º - Armando Marracini, 10
27º - Ricardo Ricca, 7
28º - André Lara Resende, 3
29º - Vitor Scheid, 3
30º - Ricardo Cosac, 3
31º - Kide Aranha, 3
32º - Bernardo Parnes, 2
33º - Beny Lago, 1
34º - Marcello Sarcinella, Paulo Moreno (Portugal), Rodrigo Pessoa e Joca Silveira, sem pontos.

A próxima prova da Porsche Challenge acontece em 27/11, como preliminar do GP do Brasil de Fórmula 1.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers