quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Porsche Challenge: Sylvio de Barros vence em Curitiba

Campeão de 2011 e líder do atual campeonato foi pressionado durante toda a prova em Curitiba por Rodolfo Ometto e Daniel Schneider, que também travam um duelo particular.
Vitória de Sylvio de Barros.
Sob uma forte pressão durante toda a corrida, Sylvio de Barros venceu no último sábado a sétima etapa de 2012 da Porsche Challenge no Autódromo de Curitiba. O campeão de 2011 não teve descanso: completou a prova apenas 0s869 à frente de Rodolfo Ometto e 1s052 à frente de Daniel Schneider, que também protagonizaram um duelo particular até a última volta.
Sylvio de Barros.
Uma boa largada fez Sylvio, segundo colocado no grid, assumir a liderança: "Fui percebendo ao longo da reta que eu estava bem posicionado", disse. "O Ipe Ferraiolo estava mais preocupado com o Schneider do que comigo. Daí decidi apostar na frenagem. Segui a referência do Ipe. Pensei: ‘Só vou frear depois que ele frear’. Vi o espaço no lado esquerdo, mergulhei, tomei um toque do Rodolfo, mas deu para segurar o carro. Realmente a corrida foi ganha ali."
Rodolfo Ometto.
O líder do campeonato afirmou ter sido ajudado pela luta entre Ometto e Schneider: "O Rodolfo fez uma pressão em mim e contornava a última curva mais rapidamente que eu. O Schneider pressionou o Rodolfo e me ajudou bem. Nesta corrida, estava com uma cabeça conservadora. Mas tive a oportunidade na largada e não a desperdicei".
Fábio Alves.
Ometto, que vinda tendo uma temporada difícil, largou em sexto e também se deu bem no começo. "Vi que o Johnny Freire perdeu o ‘timing’ da largada, consegui jogar o carro para dentro, porque eu largava por fora. Ainda bem que tomei essa decisão", declarou. "Houve fortes frenagens, e não consegui evitar o toque no Sylvio. Mantive meu ritmo, mas foi um sufoco, porque o Schneider me deu um trabalhinho no fim e os pneus já estavam mais desgastados.Foi uma corrida limpa. O Schneider poderia ter abusado um pouco mais, mas ele tomou uma decisão sábia de segurar a onda." Neste fim de semana, a categoria fez uma brincadeira com Rodolfo: no aerofólio traseiro, onde normalmente é colocado o nome do piloto, havia um "Rodou, fofo".
Daniel Schneider.
Schneider explicou o motivo pelo qual passou pela área de escape na primeira curva: "Fiquei com medo de bater, pois havia muita gente ali, e preferi sair pela grama. Achei isso até mais seguro do que tentar voltar e colocar tudo em risco". O vice-líder do campeonato também considerou a disputa com Ometto muito limpa. Ele ainda contou algo inusitado: "A única coisa que me atrapalhou foi o fato de a câmera onboard ter caído no meu pé. Fiquei várias voltas tentando chutá-la, pois estava com medo de ela travar o freio". Schneider, que, no domingo passado, machucou a mão e o braço esquerdos em uma queda de skate, disse ter se concentrado tanto na disputa que não conseguiu pensar em mais nada.
Gui Affonso.
A quarta posição foi obtida por Gui Affonso, que tirou proveito de rodadas de Eduardo Azevedo e Ipe Ferraiolo na sétima volta. Ferraiolo era o pole position, mas completou a primera volta em sétimo, recuperou-se um pouco chegou a ser quinto, mas mais tarde abandonou a prova.
Johnny Freire.
Johnny Freire, quinto, liderou um pelotão compacto que teve também Gilberto Farah, Tommy Soubihe e, até a primeira curva da última volta, Franco Giaffone.
Gilberto Farah.
A próxima etapa do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil será realizada em Interlagos, junto com o GP do Brasil de Fórmula 1, em 25 de novembro.

Resultado final da nona corrida de 2012:
1º - 1-Sylvio de Barros, 19 voltas em 27:07.511
2º - 8-Rodolfo Ometto, a 0.869
3º - 77-Daniel Schneider, a 1.052
4º - 4-Gui Affonso, a 13.740
5º - 11-Johnny Freire, a 22.460
6º - 81-Gilberto Farah, a 22.708
7º - 7-Tommy Soubihe, a 23.556
8º - 63-Fábio Alves, a 28.818
9º - 10-Carlos Silveira, a 34.879
10º - 19-Franco Giaffone, a 40.349
11º - 18-Carlos Ambrósio, a 54.371
12º - 55-Caê Coelho, a 57.622
13º - 25-Guilherme Ribas, a 1:11.681
14º - 31-Marcelo Sant'Anna, a 1 volta
15º - 03-Armando di Nardo, a 1 volta
16º - 82-Renato Benedetto, a 2 voltas
17º - 16-Ludovico Pezzangora, a 2 voltas
18º - 88-Eduardo Azevedo, a 7 voltas
19º - 00-Ipe Ferraiolo, a 8 voltas

Melhor volta: Sylvio de Barros (1), 1:24.814 (média de 156,837 km/h), na 8ª volta
Disputa por posições na Porsche Challenge.
Classificação do campeonato após nove provas:
1º - Sylvio de Barros, 111 pontos; 
2º - Daniel Schneider, 99; 
3º - Gui Affonso, 90; 
4º - Gilberto Farah, 75; 
5º - Johnny Freire, 63; 
6º - Ipe Ferraiolo, 57; 
7º - Eduardo Azevedo, 54; 
8º - Rodolfo Ometto, 49; 
9º - Carlos Silveira, 49; 
10º - Franco Giaffone, 44; 
11º - Alan Turres, 40; 
12º - Edu Guedes, 40; 
13º - Carlos Ambrósio, 37; 
14º - Tommy Soubihe, 35; 
15º - Fábio Alves, 35; 
16º - Guilherme Ribas, 31; 
17º - Peter O'Donnell, 30; 
18º - Marcelo Stallone, 29; 
19º - Renato Benedetto, 12; 
20º - Caê Coelho, 12; 
21º - Amilcar Collares, 10; 
22º - Ludovido Pezzangora, 10; 
23º - Jorge Borelli, 9; 
24º - Marcelo Sant'Anna, 9; 
25º - Armando Di Nardo, 5; 
26º - Vitor Scheid, 4; 
27º - Marcello Sarcinella, 3; 
28º - Flávio Rietmann, Rogério Wehmuth, Tracy Krohn e Esio Vichiese, sem pontos.
Eduardo Azevedo
Renato Benedetto
Carlos Silveira
Marcelo Sant'Anna
Carlos Ambrósio
Guilherme Ribas
Armando di Nardo
Caê Coelho
Ludovico Pezzangora

terça-feira, 30 de outubro de 2012

BMW 320i é a versão de entrada, mas não tem nada de básica

Modelo já está disponível na Euro Import BMW e completa a Série 3, que também tem os modelos 328i e 335i.
BMW 320i 
Versão de entrada do novo BMW Série 3, o 320i já está disponível nas concessionárias Euro Import BMW. Recém lançada no país, a sexta geração do primeiro sedã esportivo médio do mundo está ainda mais dinâmica e completa.
BMW 320i
O carro reúne as mais recentes tecnologias da BMW e já adota as versões que seguem o conceito Lines da marca. Cada uma das versões disponíveis na Euro Import BWM – 320i, 320i Sport Line, 320i Modern Line –, permite aos compradores selecionar modos de condução e traz recursos e opções diferenciadas de acabamento.
BMW 320i
O modelo avaliado, da line 320i, ao volante transmite toda a confiança e dirigibilidade já esperada por carros da marca. Com condução firme e sempre à mão, o carro não deixa a desejar em termos de desempenho e dinâmica. Equipada com motor de 4 cilindros turbo 2.0 e com 184 cv de potência, recebe a ajuda do eficiente câmbio automático de 8 velocidades para extrair o máximo do motor, com o menor consumo possível.
BMW 320i
O modelo tem números de fábrica que indicam aceleração de 0 a 100km/h em 7,3 segundos. Bastante respeitável para o modelo de entrada da Série 3. O consumo não desapontou também, registrando 8km/l no circuíto urbano, sendo que o uso do ar condicionado aconteceu durante todo o trajeto. O modelo conta com o modo Eco Pro, que dá dicas para economizar combustível e mostra no indicador do painel o quanto você ganhou em autonomia. A fábrica divulga que a economia no modo Eco Pro pode chegar aos 20%.
BMW 320i
Assim como a BMW 118i e a BMW 328i, o 320i conta com o sistema Start Stop, que desliga o carro em engarrafamentos e paradas de sinal. O motor é acionado imediatamente ao soltar o freio ou virar o volante. Com isso, o motor não consome combustível nem emite poluentes enquanto fica parado nos intermináveis congestionamentos das grandes cidades. Outro equipamento presente no carro é o regenerador de energia, que funciona de forma parecida com o Kers da F1, acumulando a energia das frenagens para alimentar o sistema elétrico do carro.
BMW 320i
Como tradição nos modelos BMW, a tração é traseira, ganhando em condução dinâmica, mas roubando um pouco do espaço interno. Falando no assunto, o modelo conta com bom espaço para quatro passageiros, levando um quinto com restrições ao conforto. O porta-malas acomoda bagagem suficiente para uma boa folga na praia, sem exageros. Ao volante, os comandos estão sempre à mão e são intuitivos. O desenho, limpo e elegante, não impressiona no visual, mas ganha na qualidade.
BMW 320i

BMW 320i
BMW 320i
Em tamanho o carro ganhou 90 mm a mais no comprimento, em relação à geração anterior, proporcionando mais conforto interno e um aumento de 50 mm entre-eixos. Com isso, o porte ficou mais próximo de uma Série 5 do início dos anos 2000. Com linhas fluidas, vincos e detalhes nos conjuntos óticos, o modelo impressiona visualmente e não transparece ser a versão de entrada, já que não há diferenciação visual grande entre os modelos. Itens que se diferencial são o desenho e aro das rodas e detalhes de acabamento, incluídos de acordo com as "Lines" escolhidas.
BMW 320i
Com estas características, a versão tem todos os requisitos para quem busca um carro eficiente, moderno, seguro e que se preocupa com o consumo de combustível. O preço inicial da versão 320i é de R$  144.950,00, cerca de R$ 27.000,00 mais barata que a versão 328i, que agrega maior potência, mais detalhes de acabamento e conveniência.

Serviço:
Euro Import BMW
www.euroimportbmw.com.br

Curitiba
Av. Mal Floriano Peixoto, 2610, lj 02 - (41) 3213-9800
Av. Arthur Bernardes, 575 - (41) 3014-9800

Londrina
Av. Tiradentes, 5565 - (43) 3379-9800

Cascavel
Av. Tancredo Neves, 1585 - (45) 3226-8800
BMW 320i
BMW 320i
BMW 320i
BMW 320i
BMW 320i
BMW 320i



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Stock Car em Curitiba: Galeria de imagens da prova

Confiram mais uma galeria de imagens exclusivas da prova da Stock Car em Curitiba, disputada no último dia 21 de outubro:
Tuka Rocha.
Pedro Boesel.
Duda Pamplona.
Nonô Figueiredo.
Júlio Campos.
Diego Nunes.
Átila Abreu.
Daniel Serra.
Xandy Negrão.
Ricardo Sperafico.
Rubens Barrichello.
Galid Osman.
Antônio Pizzonia.
Max Wilson.
Giuliano Losacco.
Luciano Burti.
David Muffato.
Patrick Gonçalves.
Eduardo Leite.
Valdeno Brito.
Vitor Meira.
Denis Navarro.
Cláudio Capparelli.
Rodrigo Sperafico.

Google+ Followers