segunda-feira, 5 de novembro de 2012

A novela do Endurance no Brasil

Após a frustração do fim prematuro da Top Series, que prometia revolucionar o Endurance no Brasil, a CBA anuncia a realização das últimas provas do campeonato 2012 e a Starpromo lança para 2013 a Endurance Series.

Top Series em Curitiba, neste ano.
Desde 2006 o Endurance no Brasil estava abandonado aos poucos entusiastas que lutavam para manter provas isoladas pelo país. Mas no início do ano, a Top Series surgiu como promessa para voltarmos aos grandes dias das provas de longa duração. Infelizmente, o drama voltou antes mesmo do fim da temporada, com o cancelamento do projeto.

Assim, a CBA divulgou que assume o campeonato e vai finalizá-lo, realizando as provas em 4 de novembro e 2 de dezembro. Elas deverão acontecer no Rio Grande do Sul e no Paraná, mas ainda não há confirmação de quais autódromos receberão a categoria. Além disso, não se sabe quantos pilotos participarão das provas, caso elas aconteçam.

E alguns dias depois, um novo capítulo foi divulgado: A criação da Endurance Series, pela Starpromo, de propriedade do Pedro Rodrigo de Souza, filho de Toninho Souza, o organizador dos anos áureos do Endurance no Brasil.

O calendário prevê seis etapas, distribuídas no calendário de março a dezembro, sendo duas delas em São Paulo (SP) - as 300 Milhas de Interlagos, no mês de março, e a Interlagos 500, em agosto. O pré-calendário, sujeito a ajustes, prevê os 500 Quilômetros de Guaporé (RS), em abril, a Cascavel de Ouro, em Cascavel (PR) no mês de junho, as Três Horas de Tarumã (RS), em outubro, e as 500 Milhas de Londrina (PR), fechando o campeonato em dezembro.

Serão quatro, as categorias:
- Categoria I: protótipos GT2, GT3, carros nacionais e importados com motores acima de 2.500cc aspirados e carros das categorias Turismo Força Livre com motores acima de 2.000cc, com turbo.
- Categoria II: Carros GT4, Carros com motores aspirados até 2.500cc ou turbo até 2.000cc e protótipos nacionais com motores aspirados até 2.500cc.
- Categoria III: Carros Turismo Força Livre com motores aspirados de 1.601cc a 2.000cc, além dos GT e esporte-protótipos nacionais com motores aspirados até 2.000cc.
- Categoria IV: Protótipos e carros Turismo Força Livre com motores aspirados até 1.600cc.

Agora é esperar o fim do campeonato 2012 e torcer para que o projeto da Endurance Series se concretize, pois precisamos de boas provas de longa duração no Brasil.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers