quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Fórmula Truck em Curitiba: Uma prova emocionante, que sagrou Leandro Totti campeão

Leandro Totti parecia distante do título, instantes antes do início da prova, mas virou o jogo e conquistou a temporada 2012 com uma etapa de antecedência.

Leandro Totti
A nona etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck realizou uma prova emocionante no último domingo. A corrida começou diferente, com Leandro Reis na pole, após conquistá-la em um formato inédito de treinos. Devido à chuva forte, o treino normal foi cancelado e os pilotos tiveram 20 minutos para obter os melhores tempos, com todos os competidores ao mesmo tempo na pista.
Largada!
No domingo, enquanto os competidores alinhavam no grid, Leandro Totti, candidato ao título, enfrentava dificuldades nos boxes. Minutos antes da largada, os mecânicos trabalhavam para fazer o caminhão funcionar. Neste momento, já tinha perdido a nona posição do grid e teria que largar dos boxes.
Giaffone e Andrade.
Na largada, felizmente não houveram toques. Totti, em último, corria para não distanciar-se do pelotão. A pressa fez com que ainda na primeira volta, rodasse. Neste momento, os outros dois candidatos ao título estavam no pelotão da frente. Giaffone sofria pressão de Beto Monteiro, quando o piloto da Iveco derrapou e levou uma batida de Paulo Salustiano. O acidente fez com que as chances de título de Monteiro acabassem.
Pace Truck após o acidente de Beto Monteiro.
O acidente provocou a entrada do Pace Truck. Leandro Reis, que ainda estava na frente, teve que ir aos boxes com problemas na turbina, deixando a liderança para Roberval Andrade. Com a bandeira verde, Totti partiu para a recuperação e na 4ª volta, era o 11º do grid.
Adalberto Jardim sofrendo pressão de Leandro Totti.
O ritmo de Totti era incrível, passando adversários em busca das primeiras posições. No momento do Pace Truck programado, ele já estava na quinta posição, marcando pontos. O outro adversário na conquista do título, Giaffone, continuava em segundo.
Leandro Totti já na terceira posição.
O trio que disputou a vitória até o fim da prova.
Não precisaram muitas voltas para que Totti assumisse a terceira posição, com a escapada de Wellington Cirino e fosse para cima de Giaffone. Com a briga, os três primeiros encostaram e a disputa foi emocionante, com alternância de posições. Para Totti, chegar na frente de Giaffone era garantir o título.
Totti buscando a segunda posição.
Faltando poucas voltas para o fim, os sete primeiros colocados formavam um pelotão único, deixando o resultado da corrida totalmente indefinido. Em uma manobra, Totti assumiu o segundo lugar e partiu para cima de Andrade, aumentando a disputa e a alternância de posições entre os três. Após o revezamento da liderança, Totti assumiu de vez o primeiro lugar em uma manobra arriscada, levando o seu Mercedes 73 até a vitória, conquistando por antecipação o título do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck.
Briga pela liderança.
A disputa durou várias voltas.
No final, os sete primeiros estavam próximos e com chance de vitória.
Com isto, Leandro Totti deixou Curitiba com 45 pontos de vantagem sobre Felipe Giaffone, que é o vice-campeão. A última etapa, marcada para dia 9 de dezembro em Brasília.
O comemorado pódium de Leandro Totti
Resultado Final da 9ª Etapa da Fórmula Truck:
1º - Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), 1h00min08s844
2º - Roberval Andrade (SP/Scania), a 2s885
3º - Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), a 3s222
4º - André Marques (SP/MAN-Volkswagen), a 4s422
5º - Valmir Benavides (SP/Iveco), a 12s557
6º - Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), a 12s802
7º - Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), a 13s120
8º - Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), a 13s312
9º - Pedro Muffato (PR/Scania), a 20s860
10º - João Maistro (PR/Volvo), a 21s152
11º - Luiz Pucci (ARG/Volvo), a 23s439
12º - Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), a 23s623
13º - Danilo Dirani (SP/Ford), a 47s783
14º - João Ometto Neto (SP/Iveco), a 49s284
15º - Beto Monteiro (PE/Iveco), a 1 volta
16º - Alberto Cattucci (SP/Scania), a 6 voltas
17º - Leandro Reis (GO/Scania), a 6 voltas

Não Completaram:
Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), a 13 voltas
Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), a 13 voltas
Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), a 17 voltas
Paulo Salustiano (SP/Volvo), a 20 voltas
José Maria Reis (GO/Scania), a 22 voltas

Desclassificado:
Pedro Gomes (SP/Ford)

Não Largou:
Djalma Fogaça (SP/Ford)

Melhor Volta:
LeandroTotti, na 7ª, 1min41s430, média de 131,144 km/h
André Marques e Régis Boessio.
Nas primeiras voltas, todos embolados.
Pelotão intermediário.
Roberval Andrade.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers