quinta-feira, 30 de maio de 2013

GP Time Attack: Uma prova diferente vem aí

Update: Prova transferida para 01 de dezembro: http://www.curitibaracing.com.br/2013/07/gp-time-attack-sera-em-01-de-dezembro.html

Depois do Track Day e Subida da Montanha, é a vez do Time Attack, uma nova modalidade, chegar à Curitiba. 
As provas de Track Day já são sucesso em Curitiba e a Subida da Montanha de Campo Largo foi tão excepcional, que deixou a vontade de quero mais até hoje. Mas agora é o Time Attack que chega ao Autódromo de Curitiba. A prova, que se chamará GP Time Attack, consiste em reunir diversos tipos e modelos de veículos, com diferentes níveis de preparação - ou originalidade - em busca no menor tempo de volta.

Agendada para os dias 20 e 21 de julho, a prova terá seis categorias, aonde os participantes serão encaixados de acordo com a preparação do veículo. Estas categorias serão divididas em grupos, para irem à pista fazer acertos e treinos, coletivamente. Após acontece a qualificação, para só então acontecer a volta do Time Attack, aonde quem obtiver o menor tempo, vence.

Seguem para o Time Attack apenas os cinco melhores de cada categoria, na qualificação e um deles será o grande vencedor. 

Como é uma prova técnica, exige-se que o piloto tenha participado de pelo menos três Track Day. A prova é aberta a qualquer tipo de veículo, desde que enquadrada em uma das categorias existentes.

Os veículos serão divididos em 6 categorias que estão definidas como:
• STREET ASPRO (STR-A)
• STREET TURBO (STR-B)
• VINTAGE (VTG)
• PRO-MOD (PRO)
• SUPER (SUP)
• ULTRA (ULT)

Na categoria STREET a divisão dos veículos será feita por tipo de alimentação (aspirado ou turbo); nas categorias PRO-MOD e ULTRA por nível de preparação. A categoria VINTAGE será destinada aos veículos antigos e a categoria SUPER aos veículos esportivos, superesportivos e réplicas.

Ataxa de inscrição será cobrada por veículo, com valores de R$ 350,00 à R$ 450,00 de acordo com a categoria.

A prova será usada para o desenvolvimento de um campeonato em 2014, com pontuação e calendário definido, além de ajustes para adequar as possíveis situações que podem aparecer nesta etapa. Vamos torcer para que seja um sucesso e que a modalidade tenha um extenso calendário no próximo ano.




terça-feira, 28 de maio de 2013

Troller T4: A melhor maneira de reunir amigos e se divertir

Ter um Troller T4 é ter motivos de sobra para reunir os amigos e curtir sem dó seu final de semana.
Desta vez, foi o Troller T4 2013 quem passou pela avaliação do Curitiba Racing. O fato de ser um legítimo 4x4 já fez com que o planejamento de rotas envolvesse percursos de fora de estrada. Os destinos escolhidos envolveram os municípios de Piraquara e Campo Magro, verdadeiras mecas do off-road Curitibano.
Com o auxílio de especialistas, separamos duas rotas leves, para saber como se comporta o Troller T4 na lama e também em estradas sem asfalto. Mas primeiro, vamos falar do veículo.
O Troller T4 nasceu com a missão de ser uma opção nacional aos que necessitam de um veículo robusto e resistente aos mais variados tipos de pisos. Lançado como uma marca nacional, independente, no ano de 1995, a marca permaneceu assim até 2007, quando foi adquirida pela Ford e desde então, passou a receber inúmeras melhorias.
Com uma aparência impactante, o Troller T4 tem um porte grande, que não é amigável no uso urbano. Mas basta pegar uma estrada de cascalho que seja, que ele mostra para que foi criado. Dê uma estrada de chão, uma lama, uma montanha e ele se transforma em um desbravador.
Baseado neste uso, levamos o jipe para a lama. Em um terreno com algumas poças, lama e trilhas bem leves, avaliamos como ele se sai nestas situações. Equipados com pneus de uso misto, não era possível se aventurar em atoleiros e trilhas pesadas - e nem era o objetivo. Mas mesmo com um percurso simples, o prazer que o Troller T4 proporciona é gratificante. Ele transpõe os obstáculos com imensa facilidade e sempre deixando o motorista com pleno controle, motivando a querer sempre mais.
Com lama por todos os lados, era de se imaginar que um pouco dela invadiria o interior. Mas não foi o que aconteceu. A vedação foi perfeita, não deixando passar uma gota nem nas portas, nem no porta-malas.
O interior, como um bom veículo do segmento deve ser, é simples, mas cumpre exatamente a função que se propõe. Os painéis, bancos e piso são preparados para estar em contato com a sujeira, mas sem acumulá-la, facilitando a limpeza após o fim de semana.
Ele vem de fábrica equipado com o suficiente para a diversão. Ar condicionado, direção hidráulica, tração 4x4 com reduzida e acionamento por botão no painel, além de vidros, travas e espelhos elétricos. E claro, uma boa base para você criar livremente um monstro do off-road. Além disto, possui preparação para som, cabo de sensor de velocidade para equipamento off road e bancos em couro.
Passada a lama, era hora de desfilar pela cidade um pouco, só olhando a reação das pessoas ao ver o Troller completamente enlameado. Nesta hora, as pessoas mostram o quanto ainda são humanas, abrindo longos sorrisos e até mesmo acenando para o aventureiro que fez a arte. E este é outro ponto positivo e que vem de série nos veículos 4x4: a prazerosa desculpa para reunir seus amigos!
É hora de saber como ele se sai no fora de estrada. Em Campo Magro, ele mostrou-se extremamente confortável, percorrendo as estradas de chão sem tomar conhecimento das irregularidades, como se estivesse em um asfalto de qualidade média. Apenas com a tração traseira acionada e pneus simples, ele foi capaz de se sair bem em ladeiras ingrimes e com a tração 4x4, escalou subidas de forma inacreditável.
Seja na lama ou na terra, o que o Troller proporciona, acima de tudo, é diversão. Vale cada centavo investido, pois ao contrário de um insoso sedan, ele oferece a possibilidade de descobertas de novas paisagens, a superação de desafios e sobretudo a amizade!

Em Curitiba, a marca é representada exclusivamente pela Trilha Eurocar, uma das mais tradicionais empresas do segmento automotivo da cidade. Desde 2003 trabalha com o segmento fora de estrada e representa a Troller desde o início da comercialização do modelo. Com uma segurança no pós-venda e uma garantia de muita diversão, é hora de repensar suas prioridades e ver o mundo por novas perspectivas.

Serviço:
Trilha Eurocar
www.trilhaeurocar.com.br
Rua Brasílio Itiberê, 2361 - Fone: 41 3213-2600
















segunda-feira, 27 de maio de 2013

Linha 2013 do Freelander 2 chega com novidades

Agora com opção de motor 2.0 Turbo a gasolina com 240 cv de potência, veículo chega a linha 2013 ainda mais recheado tecnologicamente, com mais conforto e esportividade.
Land Rover Freelander 2 2013
As concessionárias Euro Import Land Rover em Curitiba e Londrina já receberam a linha Freelander 2 em sua versão 2013. Com melhorias visando conforto e uma experiência de condução bastante refinada, o carro agora oferece a opção de motor a gasolina de 2.0 litros que já equipa o Evoque e interior completamente renovado, com novo painel de instrumentos e mudanças visuais externas que reforçam ainda mais a esportividade do veículo.
Land Rover Freelander 2 2013
As mudanças mais significativas ficaram para a parte interna do veículo. O painel de instrumentos é completamente novo, formado por uma tela de 5 polegadas localizada entre o velocímetro e o conta-giros, que permite ao motorista visualizar de forma clara as informações básicas sobre o funcionamento do veículo, como a temperatura, nível de combustível, marcha selecionada quando em modo de câmbio sequencial, e a função do modo Terrain Response® selecionada no momento.
Freelander 2013 com interior todo renovado.
O sistema Terrain Response® teve seu layout de acionamento alterado para botões em linha, em substituição ao botão giratório presente na versão anterior, tudo para uma maior otimização do espaço interno.

A linha Freelander 2013 pode ser equipada com duas opções de motorização que proporcionam altíssimo desempenho tanto dentro quanto fora de estrada. O novo motor Si4 de 2.0 litros turbo a gasolina oferece 240 cavalos de potência e torque de 340 Nm. O propulsor, de altíssima tecnologia, inclui injeção direta de combustível e comando de válvulas duplo variável, que ajudam a proporcionar o torque de 340 Nm a apenas 1.750 rpm ideal para situações que requerem agilidade no trânsito das grandes cidades, ou para superar os mais desafiadores obstáculos fora da estrada.

Já na opção diesel, o modelo é equipado com o motor 2.2 SD4 turbodiesel de 190 cv de potência que oferece desempenho impecável, consumo eficiente e impressionante autonomia. O propulsor está em acordo com as normas brasileiras de emissões e pronto para receber o combustível S50 ou S10. Ambas as versões são equipadas com transmissão automática de seis velocidades, que proporcionam trocas rápidas, além de ter uma relação de marchas que ajudam no desempenho e, ao mesmo tempo, na otimização do consumo de combustível.

Esta versão já foi avaliada pelo Curitiba Racing. Relembre como foi o teste.
Freelander 2 recebeu novos faróis e rodas.
O modelo foca na economia de combustível, com a adoção de sistemas como o Intelligent Power System Management (IPSM), que proporciona o carregamento da bateria que alimenta o sistema elétrico com o com o armazenamento da energia cinética gerada enquanto o veículo está em processo de desaceleração. O sistema dispensa o combustível necessário para manter o sistema de carregamento da bateria em funcionamento.

A gama de opções de cores ganharam três novas tonalidades: Verde Antree, Azul Mauritius e Preto Havana. As rodas variam de 17” a 19”. Além disto, a linha 2013 adota novos faróis traseiros e dianteiros em LED, com desenho completamente reformulado, assim como os faróis de neblina que ganharam acabamento brilhante e novo desenho, bem como o acabamento preto na grade frontal.

A linha Freelander 2 2013 é equipada com o já renomado sistema Terrain Response® que ajusta em apenas 150 milissegundos as configurações de tração, câmbio e aceleração de acordo com o tipo de terreno em que se trafega, ao simples toque em um botão. O sistema programa o modelo para trafegar em asfalto, grama / neve, lama / sulcos e areia.

Além do Terrain Response®, o modelo conta com o Gradient Release, tecnologia que permite arranques suaves tanto em aclives quanto em declives, garantindo máxima segurança em qualquer tipo de superfície. No quesito segurança e facilidade, o Freelander 2 2013 oferece também o sistema eletrônico de freio de estacionamento. Além de substituir a alavanca de acionamento por um simples botão, ele tem a capacidade de ajustar o nível de pressão exercida de acordo com a inclinação em que o veículo se encontra parado, além de atuar de formas diferentes, dependendo da temperatura em que os freios se encontram.

Não é à toa que o modelo recebeu 5 estrelas nos exigentes testes de segurança Euro NCAP, um dos mais respeitados programas de testes que medem os níveis de segurança proporcionados aos passageiros. Além de todos estes cuidados, o Freelander 2013 conta ainda com sistemas como freios ABS, controle eletrônico de tração ETC, sistema eletrônico de distribuição de frenagem EBD, controle de frenagens em curvas CBC, assistente de frenagem de emergência EBA, controle dinâmico de estabilidade DSC, além de sete airbags para proteção de todos os ocupantes.

Para conhecer todas as inovações do novo Freelander 2 , visite a Euro Import Land Rover em Curitiba ou Londrina.

Serviço:
Euro Import Land Rover
www.euroimportlandrover.com.br

Curitiba: Av. Pres. Arthur Bernardes, 118 | (41) 3312-9800
Londrina: Av. Tiradentes, 5665 | (43) 3373-9800

domingo, 26 de maio de 2013

Moto1000GP: Os resultados da etapa de Curitiba

Vitória de Argentino na categoria principal e um incrível acidente, marcaram a etapa do Moto1000GP em Curitiba.
Luciano Ribodino
A segunda etapa do Moto1000GP aconteceu neste final de semana, 25 e 26 de maio, no Autódromo de Curitiba. As provas foram válidas pelo Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Dois fatos marcaram a etapa: A vitória do argentino Luciano Ribodino, atual campeão da categoria GP1000 e também o acidente espetacular na categoria GP600. 
Acidente espetacular marcou a prova na categoria na GP 600
Confira o resultado final das cinco categorias do Moto 1000 GP

GP 1000
1º) Luciano Ribodino (ARG/Alex Barros Racing), BMW, a 24min30s913
2º) Wesley Bertoni Gutierrez (PR/Motonil Motors-Alemão Pneus), Kawasaki, a 8s060
3º) Danilo Lewis (SP/PRT RC3 Brasil), KAwasaki, a 9s911
4º) Diego Faustino (PR/Petronas Eurobike Team), BMW, a 18s797
5º) Lucas Barros (SP/Alex Barros Racing), BMW, a 18s834
6º) Miguel Praia (POR/Center Moto Racing Team), Honda, a 18s938
7º) Alberto López (ESP/Petronas Eurobike Team), BMW, a 31s954
8º) Diego Pretel (SP/Ducati SBK Perfect Motors), Ducati, a 34s165
9º) Ricieri Luvizotto (SP/Pro Rici Team), Suzuki, a 42s274
10º) Nick Iatauro (SP/Pitico Race), Kawasaki, a 49s637
11º) Alecsandre De Grandi (SP/Team De Grandi-Bardahl), Honda, a 55s933
12º) Ricardo Suñe (RJ/SBK Brasil), BMW,Ricardo Sunea 1 volta
13º) Daniel Lenzi (PR/Grinjets SBK Racing), BMW, a 1 volta
14º) Sebastiano Zerbo (ITA/Ducati SBK Perfect Motors), Ducati, não completou
15º) Helder Shad (RJ/By Tripa Team), Yamaha, não completou
16º) Marcos Salles, (PR, Team Fuel Racing/Mormaii), BMW, não completou
17º) Victor Moura (PR/VMX Racing Team), BMW, não completou
18º) Alan Douglas (SP/Pitico Race), Kawasaki, não completou
Melhor volta: Weslwy Gutierrez, na 3ª volta, 1min20s914, média de 167,51 km/h

GP Light
1º) André Paiato (SP/Alex Barros Racing), BMW, 22 voltas em 20mins57s696
2º) Renato Andreghetto (SP/PiticoRace), Kawasaki, a 0s398
3º) Gustavo Herrera (PR/MotrixScigliano Racing), Kawasaki, a 37s380
4º) Leocir de Oliveira (PR/Grinjetos SBK Racing), Kawasaki, a 39s428
5º) Flávio Sukar (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 39s635
6º) Henrique Castro Araújo (DF/BSB Motor Racing), Kawasaki, a 52s179
7º) EliandroSimonini (PR/VMX Racing Team), Kawasaki, a 52s291
8º) Paulinho Kamba (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 52s227
9º) Francisco Snoeck (BA/HPN Racing Team), Kawasaki, a 54s996
10º) Elder Cabreira (RS/Elder Cabreira), Kawasaki, a 57s193
11º) Marlon Felizardo (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), BMW, a 59s898
12º) Luís Fittipaldi (DF/Motonil Motors-Alemão Pneus), Kawasaki, a 1min03s772
13º) Tiago Pavanelli (SP/SBK Brasil), Kawasaki, a 1min04s140
14º) Fábio Adas (SP/By Tripa Team), BMW, a 1min16s782
15º) Davi Lara Costa (SP/JC Racing Team), Kawasaki, a 1min24s862
16º) Ricardo Levy (SP/Ducati SBK Perfect Motors), Ducati, a 1 volta
17º) José Gregório (RJ/SBK Rio), BMW, a 1 volta
18º) Edson Luiz (SC/Mamute Racing), BMW, a 1 volta
19º) Pedro Barata Lins (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
20º) Matheus Piva (SP/Tato Racing), BMW, a 1 volta
21º) José Renato Ferrucio (BA/Corujão Racing), Suzuki, a 1 volta
22º) Jorge Jimenez (RJ/SBK Brasil) BMW, a 1 volta
23º) Rodrigo Araújo do Vale (RJ/SBK Rio), Suzuki, a 1 volta
24º) Sérgio Prates Pereira (SP/JC Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
25º) Fernando Silva Santos (BA/Aclat Racing), Kawasaki, a 1 volta
26º) Alen de Santana Modesto (BA/Aclat Racing), Kawasaki, a 2 voltas
27º) Francisco Jesuíno (PB/Aclat Racing), Kawasaki, a 2 voltas
28º) Wesler Godoy (PR/Team Fuel Racing – Mormaii), Suzuki, não completou
29º) André Escomparim (SP/Motonil Motors Alemão Pneus), Kawasaki, não completou
30º) Alessandro Ferraz (SP/Cigano Racing), Honda, não completou
31º) Cristiano Ferreira (RS/Carlos Barcelos), Kawasaki, não completou
32º) Babi Paz (RJ/Alex Barros Racing), BMW, não completou
33º) Carlos Barcelos (RS/Carlos Barcelos), Honda, não completou
34º) Diogo Ramos (SC/Mamute Racing), Kawasaki, não completou
35º) Marcelo Garcia Cortes (RJ/SBK Rio), Kawasaki, não completou
Melhor volta: Renato Andreghetto, na 15ª volta, 1min22s750, média de 163,67 km/h

GP 600
1º) Rafael Bertagnolli (RS/SBK Brasil), Honda, 20min18s006
2º) Ademilson Peixer (PR/Moto 3 Racing Team), Kawasaki, a 12s510
3º) André Veríssimo (SP/Motrix Scigliano Racing), Kawasaki, a 23s337
4º) Marciano Santin (RS/Santin Racing), Honda, a 27s802
5º) Sérgio Laurentys (SP/Tato Racing), Kawasaki, a 32s370
6º) Eduardo Costa Neto (SP/Mobil Rush Racing), Kawasaki, a 39s320
7º) Raoni Farfan (DF/Suprema Kawasaki), Kawasaki, a 39s489
8º) Ives Moraes (XX/Motom), Triumph, a 1min02s350
9º) Alexsandro Tiago Pires (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, a 1min03s494
10º) Marcus Vinicius Trotta (XX/Motom), Yamaha, a 1min38s624
11º) César Almeida (BA/Corujão Racing), Honda, a 1 volta
12º) Rodrigo Souza (PE/HPN Racing Team), Honda, a 1 volta
13º) Marcos Venicius (AP/HPN Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
14º) Cadu Colocci (RJ/SBK Rio), Kawasaki, não completou
15º) Gilvan Zeferino Costa (BA/HPN Racing Team), Honda, não completou
16º) Ígor Pacci Érnica (XX/Motrix Scigliano Racing), Yamaha, não completou
17º) Rafa Nunes (PR/Tom Moto Racing), Kawasaki, não completou
18º) Manuel Jimenez Gordo (PR/Grinjets SBK Racing), Kawasaki, não completou
Melhor volta: Manuel Jimenez, na 2ª volta, 1min25s624, média de 158,29 km/h

GPR 250
1º) Sabrina Paiuta (SP/Mobil Rush Team), Kawasaki, 17min27s143
2º) Meikon Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 0s004
3º) Igor Calura (SP/Mototech), Honda, a 0s131
4º) Fabiano Vaz (RS/RPM Competições), Honda, a 0s652
5º) Ton Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 16s386
6º) Cleber Parrado (SP/Procomps Racing Team), Kawasaki, a 25s851
7º) Herbert Pereira (RS/Fábio Loko), Kawasaki, a 26s178
8º) Pedro Sampaio (RS/Fábio Loko), Honda, a 26s258
9º) Joelsu Mikito (PR/Suel Racing), Honda, a 26s293
10º) Maycon Benassi (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), Kawasaki, a 45s572
11º) Júlio Castroviejo (SP/Sarachú Racing Team), Kawasaki, a 49s779
12º) Márcio Miranda (PR/Tintorial Racing), Honda, a 49s825
13º) Antônio Telvio (RJ/Tronsoft Racing), KAwasaki, a 1min48s782
14º) Victor Hugo Yano (GO/Pro Rici Team), Kawasaki, a 1 volta
15º) Rafael Andrade (MG/Sarachú Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
16º) Adilson Gomes da Silva (RJ/SBK Rio), Kawasaki, a 1 volta
17º) Flávio Caetano (RJ/SBK Rio-Os Impossíveis), Kawasaki, a 1min35s880*
18º) Ângelo de Matos Vieira (SP/Pro Rici Team), Kawasaki, a 1 volta
19º) Walteney Amaral (RJ/ Tronsoft Racing), Kawasaki, a 1 volta
20º) Wagner Augusto (SP/WFB Racing Team), Kawasaki, não completou
21º) Leandro Lionese (SP/Santo Racing), Honda, não completou
*penalizado com a perda de 3 posições
Melhor volta: Igor Calura, na 5ª volta, 1min43s101, média de 131,46 km/h

GP Master
1º) Alberto Braga (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, 22mins17s376
2º) Victor Braga (RJ/SBK Rio), Kawasaki, a 0s599
3º) Sidnei Scigliano (SP/MotrixScigliano Racing), Kawasaki, a 5s177
4º) Nelson Gonçalves de Oliveira (RJ/SBK Rio-Os Impossíveis), BMW, a 1 volta
5º) Othon Russo, (RJ/CrazyDog), Honda, a 1 volta
6º) Egon Kothy, (RJ/GP Rio), BMW, a 1 volta
7º) ElsonTenebra Otero (SP/Tripa Racing-Rota K), Kawasaki, não completou
Melhor volta: Alberto Braga, na 8ª volta, 1min27s126, média 155,56 km/h

A próxima etapa acontece nos dias 22 e 23 de junho, no Autódromo de Interlagos.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

BMW Z4 sDrive20i com condições especiais de financiamento

De 22 a 29 de maio, os clientes da marca terão vantagens exclusivas na compra do modelo roadster na Euro Import.
BMW Z4 com condições especiais na Euro Import.
A concessionária Euro Import BMW promove até o dia 29 de maio o BMW Z4 Experience Week, em que oferece condições especiais para os clientes interessados em dirigir o modelo BMW Z4 sDrive20i, um clássico renovado da marca. Neste período, o automóvel, cujo valor parte de R$ 189.950,00, poderá ser financiado em até 12 vezes com taxa 0% pela BMW Serviços Financeiros. Além disso, os compradores ainda terão uma vantagem exclusiva no programa BMW Seguros.

O BMW Z4 sDrive20i é um genuíno roadster, com capô alongado, capota rígida retrátil e uma posição de condução baixa, próxima do eixo traseiro. Suas linhas marcantes e linguagem estética moderna, são conduzidas por um motor 2.0L de 4 cilindros e 184 hp de potência máxima. Com câmbio automático de oito velocidades, o BMW Z4 sDrive20i chega a uma velocidade máxima de 232 km/h e faz de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos.

As condições de financiamento são válidas para todas as concessionárias Euro Import BMW no Paraná, em Curitiba, na Av. Marechal Floriano Peixoto e na Av. Pres. Arthur Bernardes, em Londrina e em Cascavel.

Serviço:
Euro Import BMW
www.euroimportbmw.com.br

Curitiba: Av. Mal Floriano Peixoto, 2610, lj 02 - Fone (41) 3213-9800
Curitiba: Av. ArthurBernardes, 575 - Fone (41)3014-9800
Londrina: Av.Tiradentes, 5537 - Fone (43) 3379-9800
Cascavel: Av. Tancredo Neves, 1585 - Fone (45) 3226-8800

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Envelopamento líquido é melhor e mais barato do que você imagina e você pode usar até nas rodas!

Chamado de Power Revest, o envelopamento líquido é uma forma melhor para personalizar o carro do que com o vinil tradicional, permitindo inclusive a aplicação nas rodas. Saiba como funciona e aonde achar.
Em Curitiba já é possível ter o Power Revest em seu carro ou rodas, que é o envelopamento líquido, aplicado exclusivamente pela CwbMatte, tradicional personalizadora automotiva da cidade.

O Power Revest, ou envelopamento líquido é aplicado com pistola e compressor, de forma uniforme, formando uma película com aparência semelhante ao vinil adesivo, porém sem emendas, sem resíduos, mais uniforme e homogêneo, resistente e totalmente removível, sem danos à pintura. 
Roda com envelopamento líquido.
O processo tem inúmeras vantagens e ainda pode ser aplicado em superfícies complexas, como rodas, motos e qualquer área do veículo. O acabamento fica muito superior ao vinil, pois não tem emendas, já que a aplicação acontece como que em um processo de pintura, porém totalmente removível sem deixar marcas na peça.
As cores podem ser foscas, metálicas, perolizadas e até as que mudam de tom, chamadas de camaleão. Estas são as mais diferenciadas e todas tem as mesmas características de durabilidade e acabamento. Outro destaque é o verniz protetivo, para quem apenas quer proteger a pintura, sem necessariamente mudar a aparência do carro.
Gostou? Saiba que a diferença de preço em relação à aplicação comum em vinil é baixa e ainda diminuiu nos últimos dias e o ganho em qualidade é incomparável!

E que tal personalizar as rodas de seu carro e deixá-las únicas? Olhe o que já fizeram:

Faça já um orçamento na CwbMatte:
(41)8873-3924

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Moto 1000 GP disputa em Curitiba a segunda etapa da temporada 2013

A categoria volta a Curitiba pela quarta vez e terá mais de 120 pilotos de 13 estados e de seis países compondo grid das quatro corridas da programação.
O Autódromo Internacional de Curitiba vai receber mais uma vez o Moto1000GP, agora homologado oficialmente como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O evento realizou sua primeira temporada em 2011 terá no dia 26 de maio as corridas de sua segunda etapa, intensificando a disputa pela liderança das cinco categorias que o compõem.
Mais de 120 pilotos, representantes de 13 estados brasileiros e também de outros cinco países, já estão inscritos nas provas das categorias GP Light e GP Máster – que agora formam um grid único –, GP 600, GPR 250 e GP 1000. 

Programação
Sexta - 24/05
12h00 às 17h10 - Treinos Livres

Sábado - 25/05
08h30 às 14h20 - Treinos Livres
14h30 às 17h10 - Treinos Classificatórios

Domingo - 26/05
08h50 às 10h00 - Warmup
10h50 - Corrida GPR 250 (10 Voltas)
11h50 - Corrida GP 600 (15 Voltas)
13h40 - Corrida GP 1000 (18 Voltas)
14h35 - Corrida GP Light/Master (15 Voltas)
12h20 às 13h10 - Show de Wheeling
12h30 às 13h00 - Visitação aos boxes
15h15 - Motopasseio

Ingressos - Curitiba
Ingressos - R$ 10,00
Estudantes (1/2 entrada) - R$ 5,00
Paddock (Acessos ao boxes) - R$ 35,00




MINI oferece bônus em produtos para financiamentos

Clientes que optarem pela MINI Serviços Financeiros recebem R$ 1 mil para trocar por itens originais da marca britânica.
As concessionárias Euro Import MINI de Curitiba e Londrina oferecem uma promoção especial para os clientes que financiarem um carro novo da montadora britânica através da MINI Serviços financeiros. Todos os clientes que optarem pelo financiamento ganham um bônus no valor de R$ 1 mil para trocar por acessórios originais ou ainda por qualquer item MINI Collection – a coleção de produtos lifestyle da marca. A campanha é válida até o dia 31 de maio.

A MINI Serviços Financeiros oferece ainda uma taxa especial de 0,65% ao mês, no prazo de 12 meses, para a compra de qualquer modelo MINI 0 Km. Para o modelo MINI Cooper S Roadster 0 Km, além dos benefícios mencionados, o IPVA 2013 fica por conta da montadora.

Com um portfólio de Financiamentos e Seguros inovador, a MINI Serviços Financeiros coloca à disposição de seus clientes uma série de serviços exclusivos com qualidade, segurança e eficiência. O departamento oferece ainda seguros com coberturas e serviços diferenciados, além de condições especiais de preços e franquias.

Serviço:
Euro Import MINI
www.euroimportmini.com.br/
Curitiba: Av. Presidente Arthur Bernardes, 575 - (41) 3014-9800
Londrina: Av. Tiradentes, 5665 - (41) 3379-9800

Paranaense de Motovelocidade: Os resultados da segunda etapa

A segunda etapa do Campeonato Paranaense de Motovelocidade foi disputada no último fim de semana, dias 18 e 19 de maio, no Autódromo de Curitiba. Confiram os resultados das provas.
Corrida 1 - 18/05
1º - 47 - SBK - WESLEY B. GUTIEREZ
2º - 37 - STR.BIKE - RAFAEL NUNES
3º - 92 - SBK - BENER M. DE MIRANDA
4º - 18 - STR.BIKE - EDSON LUIS DE SOUZA
5º - 21 - STR.BIKE - LUIZ CARLOS DE SOUZA
6º - 43 - S.SPORT - ADEMILSON PEIXER
7º - 11 - STR.BIKE - YURI VALEIXO
8º - 13 - STR.BIKE - ANDRE ESCOMPARIN
9º - 7 - SBK - DARCI C. ANADÃO
10º - 75 - S.SPORT - GIOMAR MILANI
11º - 65 - S.SPORT - WADIH NAGIB NASSAR
12º - 3 - S.SPORT - HENRI JOSE BOT
13º - 17 - STR.BIKE - CLEBERSON M. DA SILVA
14º - 46 - STR.BIKE - RONALDO BOHMENSTEGEL
15º - 33 - S.SPORT - LUCIANO FRACARO
16º - 4 - STR.BIKE - ALEXIS GUSTAVO HAY
17º - 101 - STK.BIKE - JOSE F. DE LIMA MORAES
18º - 31 - STK.BIKE - MARCELO A. ARAUJO
19º - 105 - STK.BIKE - FLAVIO LUIZ GODOI
20º - 78 - SBK - SERGIO A. E. DE AGOSTIN
21º - 19 - S.SPORT - JEFERSON A. VALEZIN
22º - 58 - S.SPORT - ANTONIO SOARES MIKA

Corrida 2 - 19/05
1º - 47 - SBK - WESLEY B. GUTIEREZ
2º - 18 - STR.BIKE - EDSON LUIS DE SOUZA
3º - 92 - SBK - BENER M. DE MIRANDA
4º - 43 - S.SPORT - ADEMILSON PEIXER
5º - 13 - STR.BIKE - ANDRE ESCOMPARIN
6º - 7 - SBK - DARCI C. ANADÃO
7º - 75 - S.SPORT - GIOMAR MILANI
8º - 65 - S.SPORT - WADIH NAGIB NASSAR
9º - 33 - S.SPORT - LUCIANO FRACARO
10º - 17 - STR.BIKE - CLEBERSON M. DA SILVA
11º - 19 - S.SPORT - JEFERSON A. VALEZIN
12º - 46 - STR.BIKE - RONALDO BOHMENSTEGEL
13º - 4 - STR.BIKE - ALEXIS GUSTAVO HAY
14º - 101 - STK.BIKE - JOSE F. DE LIMA MORAES
15º - 48 - STR.BIKE - ADEMIR O. PEIXER JR
16º - 58 - S.SPORT - ANTONIO SOARES MIKA
17º - 31 - STK.BIKE - MARCELO A. ARAUJO
18º - 105 - STK.BIKE - FLAVIO LUIZ GODOI
19º - 37 - STR.BIKE - RAFAEL NUNES
20º - 78 - SBK - SERGIO A. E. DE AGOSTIN
21º - 3 - S.SPORT - HENRI JOSE BOT
22º - 11 - STR.BIKE - YURI VALEIXO





terça-feira, 21 de maio de 2013

Team Air-Cooled Paraguay também prestigiou o 7º Encontro do Dia Nacional do Fusca

O encontro do Dia Nacional do Fusca aconteceu em janeiro, mas ainda está rendendo matérias especiais para vocês.
O Team Air-Cooled Paraguay esteve presente no 7º Encontro do Dia Nacional do Fusca, e veio com raridades únicas. A maior, com certeza, foi o VW Escarabajo Última Edicion, ano 2003/2004,modelo que marcou o final da produção do clássico Fusca.
O modelo foi produzido no México e teve apenas 1000 unidades vendidas. Uma delas foi parar no Paraguay e de lá veio rodando até o 7º Encontro do Dia Nacional do Fusca. Abaixo, alguns dos detalhes deste Fusca bem especial.





Confiram mais alguns cliques dos carros do Team Air-Cooled Paraguay:




Esta era a última matéria especial do 7º Encontro do Dia Nacional do Fusca. Agora, só em 2014, na 8ª edição. 




Google+ Followers