terça-feira, 18 de maio de 2010

Racing Day 2010 - Resultado e fotos da 3ª Etapa

O fim de semana levou ao autódromo 205 carros e motos para competirem, em três categorias distintas. No desafio 201m, houve um recorde de inscritos, com 150 participantes na prova mais democrática do automobilismo paranaense. O crescimento da prova é de extrema importância, já que o seu objetivo é tirar os rachas das ruas e levar para o autódromo as disputas, com legalidade e segurança.
Público aproveita cada espaço para conferir de perto

Burnout de Chevette DL

Sim, um Nissan Skyline, o mito do Gran Turismo, aqui em Curitiba. Senti inveja!

O chassi é o mesmo, a carroceria não. O motor... cada um tem seu tempero.

Não existe arrancada sem Gol quadrado e Chevette

Clube do Gol Quadrado - CdGQ - marcou presença no 201m

Assim como o Corsa Clube,

Corsa Team,

Kadett Clube

Passat Clube entre outros!

Buggy Baby, com motor turbo, banco concha e muitos outros detalhes.

Se você competiu no evento, entre em contato
para comprar as fotos seu carro em ação!

Spyder Race


Ivan Mendes saiu da última posição para conquistar a vitória

A grande expectativa foi para a nova categoria brasileira, a Copa Brasil Spyder Race. E foi surpreendente a sua estreia, com o piloto Ivan Mendes vencendo a prova, após ter largado na última posição. Ele largou mau após sofrer um acidente nos treinos livres de sábado, que o impediram de participar do treino classificatório.

Largando na pole position, Fábio Perez manteve a posição na luz verde, seguido de perto por Marco Cozzi, Fernando Fontes e Rodrigo Posses. Mendes pulou na largada da 14ª colocação para o 11º lugar. Duas voltas depois, Cozzi superou Perez e assumiu a liderança da prova. Enquanto isso, depois de sete voltas, Ivan Mendes em uma tocada muito precisa, já aparecia em 5º lugar na geral.

Com a entrada do Safety Car no 20º minuto de corrida, todos os pilotos se juntam por duas voltas para uma nova largada. Rodrigo Posses provando o bom retrospecto na pista curitibana assumiu a liderança antes da entrada do carro de segurança, o que lhe garantiria 5 pontos no campeonato, porém nem o piloto G-Stage, nem Marco Cozzi (Racequip Motorsports )que cruzou na segunda colocação receberiam os pontos, devido a desclassificação por conduta antidesportiva.

Na relargada após a saída do Safety Car, Cozzi assumi a liderança seguido de perto por Posses; Mendes já ganhara a posição sobre José Cardoso (RSports) e assumiria a 5ª colocação.

Cinco voltas depois, Cozzi erra uma marcha e vê o piloto do carro n° 76 ameaçar sua liderança; no final da reta, lado a lado os pilotos se tocam e vão para a grama, retornando em 5º e 6º respectivamente. O pole position assume a liderança novamente, enquanto Fulvio Marote (RJ Motorsports) perde a segunda posição para Ivan Mendes. Em ritmo de recuperação, Cozzi ultrapassa Cardoso e assume a 4ª posição; uma volta depois é a vez de Rodrigo Posses ganhar a posição de Cardoso e novamente se aproximar para brigar por posição com Cozzi.

No “S” da pista de Curitiba, Fábio Perez erra e Ivan assume a liderança da prova; mais um vez Posses e Cozzi se estranham na pista e novamente vão para fora; os comissários esportivos da CBA julgam as manobras dos pilotos perigosas e não de acordo, desclassificando os dois carros da etapa.
Ivan Mendes puxando a fila


Restando três voltas para a bandeira quadriculada, Mendes lidera, seguido por Marote e Perez; Raijan é o líder da Light a frente de Sergio Martinez (RSports) e Campagnolo, posições não se alterando até o final da prova.

Vitória da luta de Ivan Mendes e da equipe Arias Motorsports, que trabalharam duros no conserto do carro, mesmo correndo o risco de não conseguirem e ficarem de fora da etapa.

Na Light, o matogrossense Raijan Mascarelli, multicampeão de automobilismo na terra vence e mostra que dará muito trabalho aos adversários durante toda a temporada.
Ivan Mendes


Com a desclassificação de Rodrigo Posses e Marco Cozzi, os pilotos da categoria principal da Copa Brasil Spyder Race que recebem os pontos na entrada do Safety Car foram: Fábio Perez (5), Fulvio Marote (4), Ivan Mendes (3), Fernando Fontes (2) e José Cardoso (1).

Na Light ganham pontos na intervenção do Safety Car: Marcelo Campagnolo (5), Raijan Mascarelli (4), Carlos Ortoloni (3), Sergio Martinez (2) e Walter Coutinho (1).



Confira o resultado final da etapa de Curitiba:

1) Ivan Mendes (MG) - Super - Arias Motorsports
2) Fulvio Marote (SP) - Super - Marote Motorsports
3) Fabio Perez (SP) - Super - SP Mec
4) José Cardoso (SP) - Super - RSports
5) Raijan Mascareli (MT) - Light - Guerra Motorsports
6) Sergio Martinez (SP) - Light - RSports
7) Luis Abbade / Roberto Dal Ponte (SP) - Light - HJL Motorsports
8) Marcelo Campagnolo (PR) - Light - Cesinha Racing
9) Walter Coutinho Jr. (PR) Light - Cesinha Racing
10) Carlos Ortoloni (SP) - Light - Sauva Competições
11) Fernando Fortes (SP) - Super - SP Mec

Desclassificados:

Rodrigo Posses (SP) - Super - G-Stage
Marco Cozzi (SP) - Super - Racequip Motorsports

Marcos Campagnolo e Fernando Fortes


Raijam Mascarello e Fernando Fortes



Marco Cozzi e Rodrigo Posses


Marcos Campagnolo e Carlos Ortolani

José Cardoso



José Cardoso

Luiz Carlos Abbade

Walter Coutinho Jr.

Fernando Fortes

Marcos Campagnolo
Marco Cozzi

Marco Cozzi

Carlos Ortolani

Fabio Perez


Raijam Mascarello

Raijam Mascarello


Rodrigo Posses

Fulvio Marote


Motor AP

O carro é vendido em kits com preços acessíveis

A próxima etapa da Copa Brasil Spyder Race acontece em Londrina (PR) nos dias 19 e 20 de maio.


Motovelocidade

Já na 3ª etapa do Campeonato Paranaense de Motovelocidade, 42 competidores foram divididos em sete categorias. A Superbike, que é a categoria mais rápida da competição, foi também a mais disputada. Após 21 voltas no circuito Raul Boesel, de 3.695 metros de extensão, o vencedor foi Luciano Fracaro (30min31s615). Com 0s164 atrás, chegou Joel Soares Júnior, que fez a volta mais rápida da competição (1min25s465). Gilberto da Silva Júnior foi o terceiro colocado da categoria com o tempo de 30min54s525.

Na Pró-Streebike, o vencedor foi Marcos Senra, que fez 20 voltas, em 30min59s095. Ele foi seguido por Marcio Franca e Rafael Cattoni. Na Supersport, Gilberto da Silva Júnior percorreu as 20 voltas em 29min53s723 e foi o vencedor da 3ª etapa. Atrás dele vieram os pilotos Daniel Rahme (30min03s640) e Antônio Soares (31min02s697). Na Streetsport (20 voltas), a vitória foi de Fábio Ronzatti, com o tempo de 30min52s165; o segundo lugar ficou com Luiz Silveira Júnior e o terceiro com Darci Anadão, que completaram 19 voltas.

O piloto Fernando Rossi foi o vencedor na Streetbike. Ele fez o percurso de 20 voltas em 30min28s041, seguido por Bemer de Miranda (30min29s705) e por Edson Luis de Farias (30min16s982), que completou 19 voltas. Nas 500cc, com 18 voltas, a vitória foi de Mauro Laguna (30min25s881). O segundo e o terceiro lugar ficaram respectivamente com Wadih Nagibe (30min30s358) e Walter Pimentel (30min53s665). Na 250cc, o vencedor foi Paulo Polli. Em segundo ficou Giomar Milani (18min58s668) e o terceiro foi Rafael Bento (18min59s137). As categorias 250cc e 500cc foram as que reuniram o maior número de pilotos no grid, com nove competidores cada uma.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers