quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Calendário do Paranaense de Marcas 2018 contará com seis etapas

Abertura da temporada será em Pinhais, junto com o Metropolitano de Marcas, dia 29 de abril.
Campeonato Paranaense de Marcas terá seis etapas.
O Campeonato Paranaense de Marcas também já tem o calendário definido. Serão seis etapas, disputadas em Pinhais, Londrina e Cascavel.

Assim como o campeonato Metropolitano, as datas foram definidas evitando as eleições, Copa do Mundo e datas comemorativas. A abertura do campeonato será em Pinhais, junto com o Metropolitano e o encerramento está marcado para Cascavel.

Calendário do Paranaense de Marcas 2018:
29/04 - Pinhais
20/05 - Londrina
10/06 - Cascavel
26/08 - Londrina
23/09 - Pinhais
04/11 - Cascavel

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Mercedes Benz Challenge corre com a Copa Truck em 2018

Categoria muda da Stock Car para fazer parte da programação da Copa Truck.
Mercedes-Benz Challenge dividirá a programação com a Copa Truck em 2018.
O Mercedes Benz Challenge entra em sua 8ª temporada com novidades. A categoria que já fez parte da programação da GT3 e depois da Stock Car, agora divide as pistas com a Copa Truck.

A categoria estará presente em quase todas as etapas da Copa Truck, exceto a da Argentina. Com isto, serão oito etapas na temporada, ficando com Pinhais a prova de encerramento da temporada.

Confiram o calendário do Mercedes-Benz Challenge 2018:
25/03 – Cascavel
15/04 – Guaporé
27/05 – Curvelo
A definir – São Paulo
29/07 – Campo Grande
26/08 – Goiânia
07/10 – Rivera (Uruguai)
02/12 – Pinhais

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Quais são os obstáculos que dificultam a popularização dos carros elétricos no Brasil?

Entre os desafios que o mundo enfrenta no século XXI, talvez o principal deles seja sobre como criar soluções ecológicas e sustentáveis para diminuir a emissão de gases poluentes no planeta. E um dos vilões para este problema é o petróleo. O combustível fóssil que há anos é o principal meio utilizado em veículos tem encontrado concorrentes mais limpos como o etanol e, mais recentemente, a eletricidade.
Carros elétricos.
Carros elétricos têm se tornado uma realidade cada vez mais comum e acessível em diversos países. Mas e no Brasil? Por que é tão difícil vender carro elétrico em um dos 10 maiores fabricantes de automóveis do mundo?

O mercado de carros elétricos no mundo
Antes de respondermos a esta pergunta vamos entender como isso acontece lá fora. Em países mais desenvolvidos é comum você sair na rua e já dar de cara com um carro que funciona na tomada. A Noruega é conhecida por ser uma grande aliada na busca pela diminuição de emissão de poluentes.

Em 2017, 52% dos carros vendidos foram elétricos ou híbridos, aqueles que funcionam por eletricidade ou outros combustíveis. E não são apenas os carros. Ela pretende, em até 2040, garantir que todos os voos domésticos sejam feitos apenas por aviões movidos da mesma forma.

Outros países também têm dado bons exemplos. A China, que enfrenta sérios problemas de contaminação do ar e tem a maior frota de veículos do mundo, quer que em até 2019 10% de todos os carros produzidos no país sejam elétricos ou híbridos. Estados Unidos, Japão e outros locais da Europa têm seguido o mesmo caminho.

E por que é tão difícil vender carros elétricos no Brasil?
Por aqui esse mercado ainda está em primeira marcha. Segundo o DENATRAN, até junho de 2017, dos mais de 90 milhões de veículos que circulam todos os dias emitindo gases poluentes, apenas 11,638 não são movidos por combustão. Isso representa apenas 0,012% da frota nacional.

E a resposta para entender por quê é difícil comprar um carro desses é simples: o preço. O valor médio de um carro elétrico no Brasil é de R$120 mil. Há 2 principais motivos para isso. A bateria, que corresponde a 50% do valor do veículo e os impostos.

Enquanto em outros países os governos têm trabalhado em políticas públicas de isenção tributária e incentivos ao consumidor, aqui as altas taxas cobradas ainda inviabilizam a popularização desse mercado.

Em 2015, o governo brasileiro isentou os impostos de importação para esses modelos, mas cobra 25% de IPI. Para se ter uma ideia, em um carro popular movido a gasolina, o IPI é de 7%. A ABVE, Associação Brasileira de Veículos Elétricos, vem tentando mudar esse cenário e busca junto ao governo medidas que ajudem a diminuir as taxas cobradas, mas com o país ainda se recuperando de uma crise econômica, é difícil imaginar um alívio fiscal.

Há também outros entraves como a falta de estrutura para o abastecimento, ou melhor, a recarga desses carros. Há poucos locais disponíveis para quem possui esse tipo de veículo, e a maioria está nas grandes cidades.

Em São Paulo, o então prefeito Fernando Haddad concedeu um desconto de 50% no valor do IPVA e a isenção no rodízio para quem optasse por carros elétricos. Iniciativas semelhantes foram feitas em Fortaleza e Belo Horizonte.

Muitas montadoras já anunciaram que possuem diretrizes para diminuir a fabricação de carros movidos a combustão. A Volvo, por exemplo, já anunciou que, a partir de 2020, apenas carros elétricos serão produzidos.

Naturalmente, em poucos anos a globalização fará com que o Brasil também tenha que se adequar a essa nova realidade. Além de contribuir para o meio-ambiente, a substituição gradual da frota por carros elétricos também se mostrará um alívio para o bolso do consumidor. 

Enquanto em alguns postos é possível encontrar a gasolina a R$5 o litro, o Model S da montadora norte-americana Tesla oferece uma autonomia de até 400 km e leva cerca de 8h para carregar completamente.

Old Truck Race: Nova categoria trará caminhões clássicos para as pistas do Paraná

O Paraná terá novidades nas pistas em 2018: A Old Truck Race.
Caminhões de antigas temporadas da Fórmula Truck estarão no grid.
Com seis etapas previstas, estréia neste ano a Old Truck, categoria que reunirá caminhões clássicos de competição, em provas pelo estado. Serão 2 etapas em Curitiba, 2 etapas em Londrina e 2 etapas em Cascavel.

A categoria estréia com a expectativa de reunir 25 pilotos e caminhões das marcas FNM, Fiat, Mercedes-Benz, Volkswagen, Volvo, Iveco e Scania.

A primeira prova será disputada em Curitiba, no dia 4 de março.

Calendário da Old Truck Race:
04/03 - Curitiba
08/04 - Cascavel
20/05 - Londrina
05/08 - Cascavel
26/08 - Londrina
21/10 - Curitiba

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Metropolitano de Marcas de Curitiba terá seis etapas em 2018

A primeira prova acontece em 4 de março, em Pinhais.
Metropolitano de Marcas terá seis etapas em 2018.
O Campeonato Metropolitano de Marcas de Curitiba já tem o calendário definido. Com seis etapas, a FPrA priorizou datas que não coincidem com eleições, Copa do Mundo e datas comemorativas, como Dias das Mães e dos Pais.

Confiram o Calendário do Metropolitano de Curitiba 2018:
04 de março
29 de abril
24 de junho
29 de julho
23 de setembro
21 de outubro

*Datas sujeitas a alterações

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Curitiba abre a temporada 2018 do Porsche Cup

Em ano de estreia de um carro novo, categoria repete a fórmula com três etapas de Endurance e seis de Sprint, etapa internacional e a tradicional preliminar do GP Brasil de F1.
Porsche Cup abre a temporada 2018 em Curitiba.
A Porsche Cup divulgou o calendário da temporada 2018, com a abertura do campeonato marcada para os dias 23 e 24 de março, em Curitiba.

O formato da temporada segue o modelo bem-sucedido dos últimos dois anos, com seis etapas de Sprint (com rodadas duplas de 25 minutos mais uma volta) e três de Endurance (com provas de três a cinco horas e os pilotos acelerando em duplas ou trios).

Também está mantida a etapa na charmosa e desafiadora pista argentina de Termas de Río Hondo, mais uma vez conferindo status internacional à principal categoria de Gran Turismo do continente.

Outra tradição que segue intacta para este ano é a preliminar do GP Brasil de F1 em Interlagos, encerrando o campeonato de Sprint. A Porsche Cup faz o evento suporte da F1 no Brasil desde 2005 ininterruptamente.

Mas não faltam novidades para 2018, começando pelo principal protagonista da categoria: o Porsche. Neste ano estreia a nova versão do 911 GT3 Cup, a chamada geração “991-II”, que sai de fábrica com motor 4.0 e tem freios com sistema ABS.

O Junior Program, lançado ontem, vai premiar pilotos de 16 a 24 anos de idade com expressivos subsídios para a temporada 2018. A temporada também vai marcar uma mudança no regulamento desportivo da categoria, como decorrência da chegada dos novos carros – as novas regras, bem como o sistema de pontos, serão anunciados em fevereiro.

Confira o calendário de 2018:
23 e 24/03 – Curitiba – Sprint
13 e 14/04 – Interlagos – Sprint
11 e 12/05 – Goiânia – Sprint
09 e 10/06 – Termas de Río Hondo – Sprint
27 e 28/07 – Interlagos – Endurance
14 e 15/09 – Velo Città – Sprint
12 e 13/10 – Goiânia – Endurance
09 a 11/11 – Interlagos (F1) – Sprint
23 e 24/11 – Interlagos – Endurance

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Produtos e acessórios da grife da Mitsubishi Motors agora podem ser adquiridos online

Com o Mit Shop, produtos da marca dos três diamantes como camisetas, jaquetas, tênis e até bicicletas estão ao alcance de um clique.
MIT Shop é a nova plataforma de vendas on-line da Mit 4Fun. Foto: Marcos Hermes / Mitsubishi.
Curtir a viagem não importando se ela é feita no asfalto ou na terra. Esse conceito, presente em todos os veículos da Mitsubishi Motors, também faz parte da grife Mit 4Fun, disponível no novo MIT Shop. O site torna a compra de produtos ainda mais fácil e prática, com entrega em todo o Brasil. Os produtos também estão disponíveis nas concessionárias da marca.

Confira a linha completa: www.mitshop.com.br
Boné da linha de produtos Mit 4Fun. Foto: Marcos Hermes / Mitsubishi.
“Temos sempre novos produtos a cada coleção, com estampas personalizadas com o universo off-road e o Mundo Mitsubishi. Os apaixonados pelo estilo de vida outdoor irão encontrar produtos de excelente qualidade e destinados para toda a família”, garante Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors.

Há uma grande variedade de produtos disponíveis, como camisetas, jaquetas, tênis, bermudas, bikes, chinelos, óculos e uma série de outros acessórios exclusivos.
Jaquetas também fazer parte do portfólio da Mit 4Fun. Foto: Divulgação/Mitsubishi
Os clientes também encontrarão coleções personalizadas dos ralis Mitsubishi Motorsports, Mitsubishi Outdoor, Mitsubishi Cup, além de peças da Nação 4x4. A navegação no site é fácil, intuitiva e prática, permitindo uma compra ágil e segura.

Brasileiro de Rally de Velocidade terá 5 etapas na temporada 2018

Campeonato inicia no Rio Grande do Sul e encerra com o Rally da Graciosa, em novembro.
Brasileiro de Rally terá cinco etapas.
A Temporada 2018 do Campeonato Brasileiro de Rally já tem o calendário definido. Com apenas cinco etapas, a primeira prova está agendada para os dias 7 e 8 de abril, na cidade de Estação-RS.

Após, o Campeonato segue para Erechim, na tradicional prova válida pelo Sul Americano. A terceira etapa está marcada para São Manuel (SP), depois São Bento (SC) e finalmente em novembro, o Rally da Graciosa, encerrando grandiosamente a temporada.

Confiram o Calendário do Brasileiro de Rally 2018:
07 e 08/04 - Rally de Estação (RS)
24 a 27/05 - Rally de Erechim (RS)
14 e 15/07 - Rally de São Manuel (SP)
15 e 16/09 - Rally de São Bento (SC)
17 e 18/11 - Rally da Graciosa (PR)*

* Possível alteração para 10 e 11/11

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Dicas primordiais para evitar riscos e arranhões no seu carro

É oficial: os curitibanos estão entre os brasileiros mais apaixonados por carros! O número de carros usados em Curitiba por habitante é superior ao de qualquer capital. De acordo com o IBGE, há mais de um milhão de carros circulando pela cidade.
Dicas primordiais para evitar riscos e arranhões no seu carro.
Não parece tanto assim? Saiba que a frota proporcional da capital paranaense já ultrapassou a de São Paulo e Rio de Janeiro, as cidades mais populosas do país.

Entretanto, esse não é um fenômeno restrito a Curitiba: carros são uma paixão nacional!

Dados de junho de 2016, levantados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), revelam que há mais de 50 milhões de veículos circulando por todo o país, o que representa mais da metade dos meios de transporte usados pela população.

A maior parte das pessoas que busca realizar o sonho de ter o próprio veículo se volta aos carros usados, devido ao melhor custo-benefício da escolha. É possível encontrar bons modelos, com um bom estado de conservação, por preços mais interessantes que os zero quilômetro.

Mas não basta comprar um veículo, mantê-lo o mesmo bom estado que ele tinha na compra é fundamental! Além da melhor aparência, um carro usado bem cuidado é muito mais valorizado na troca.

Felizmente, mantê-lo devidamente conservado não é nenhum mistério. A seguir, você confere 4 maneiras de evitar riscos e arranhões em seu precioso veículo. Mantenha-o com cara de novo por mais tempo! Veja só:

Regule bem os espelhos antes de sair
Você provavelmente cansou de ouvir a importância da boa regulagem dos espelhos do seu instrutor durante a autoescola. Não é para menos: se trata de uma importante e poderosa medida de segurança para evitar acidentes.

Caso seu campo de visão seja restrito, você corre o risco de trocar de faixa e se chocar contra o veículo ao lado, ou de não ver um motorista que está perto de você em uma conversão. Em ambos os casos, uma tragédia pode acontecer.

Além disso, um bom campo de visão é muito importante para evitar raspar em outros veículos e em colunas, principalmente na hora de fazer a baliza ou estacioná-lo na garagem de casa.

A ideia de regular bem os espelhos é que você não tenha pontos cegos, ou que, pelo menos, eles sejam tão pequenos quanto seja possível.

Como saber se os espelhos estão posicionados diretamente? Veja só:
● Espelho retrovisor central: deve estar alinhado de modo que você enxergue totalmente o para-brisa traseiro.
● Espelhos retrovisores laterais: o objetivo deles é de proporcionar uma visão do que acontece a seu redor. Assim, o alinhamento perfeito é aquele que te permite ver o fim das laterais do carro e que proporciona uma visão ampla das faixas a seu lado.

Em resumo, pense na configuração ideal como um triângulo: o retrovisor central é o vértice, e os laterais são responsáveis por formar as arestas, ampliando seu campo de visão.

Invista em carros usados com pintura metálica
A maioria dos carros usados vem com dois tipos de pintura: sólida e metálica, sendo que a segunda é mais cara que a primeira. 

Veja a diferença entre elas:
● Pintura sólida: é a pintura padrão que todos os carros recebem na fábrica. Costuma ser oferecida nas manutenções sem custo adicional. Nela, o carro recebe apenas uma camada de pigmento, por meio de esmalte ou laca.
● Pintura metálica: trata-se de uma pintura reforçada, formada por laca acrílica e pó de alumínio. Isso faz com que ela reflita a luz com mais precisão, tornando o carro mais brilhante.
Mas, o que mais a pintura metálica tem de tão especial frente à sólida? Simples: a metálica tem uma durabilidade e resistência muito superiores, o que ajuda a evitar riscos e arranhões muito aparentes na lataria.

Tenha consciência de que isso tem seu preço: um carro usado com pintura metálica vai custar mais que um com pintura sólida, pois é algo oferecido como adicional na hora de comprar um carro zero quilômetro.

Há, ainda, um terceiro tipo, ainda mais moderno: a pintura perolada. Como o próprio nome dá a entender, sua composição inclui pó de pérola. Isso cria um efeito de mudança de cor, dependendo do ângulo de quem vê o carro.

Da mesma forma, prepare o bolso: ela também é um adicional, e pode aumentar o preço do carro em até R$ 2.500.

Prefira carros usados compactos se for motorista iniciante
Todo mundo já dirigiu pela primeira vez, e sabe como esse momento pode ser, ao mesmo tempo, eufórico e tenso. Eufórico, pela sensação de liberdade que dirigir proporciona. Tenso, pela pouca prática e falta de confiança ao lidar com motoristas mais experientes na rua.

A grande dificuldade dos principiantes ao volante, geralmente, é estacionar. No início, é difícil ter confiança nos espelhos e uma noção de espaço adequada.

Portanto, se você for um motorista iniciante, é uma boa ideia preferir carros usados compactos ao procurar seu primeiro veículo próprio. Mais fáceis de conduzir e estacionar, permitem que você vá pegando confiança gradualmente. 

Quando você estiver mais experiente, pode partir para os veículos maiores e que demandam uma noção de espaço mais aguçada.

Outra vantagem dos carros usados compactos é o consumo mais baixo. Dependendo do modelo, você pode conseguir rodar até 12 quilômetros com apenas 1 litro de gasolina dentro da cidade.

Evite estacionar próximo a árvores
Nada como encontrar aquela vaga na sombra para estacionar em um dia de sol escaldante, não é

Mas, acredite se quiser, estacionar ao lado de árvores não é uma ideia muito boa para preservar a pintura do seu carro.

O risco mais óbvio é que, em caso de ventos e chuvas, os galhos se soltem e causem os indesejados arranhões em seu carro.

Contudo, há mais um inimigo silencioso à pintura de seu carro, que a maioria das pessoas nem sequer cogita: a resina que todas as árvores liberam pela casca. A exposição a ela pode desgastar a pintura do seu carro.

Não dê margem ao azar: prefira estacionar seu carro em locais privados e cobertos! Além do menor risco de danos e roubos, você que a pintura fique com aspecto de velha ao longo do tempo.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Dia Nacional do Fusca será comemorado com encontro neste domingo

Evento reunirá dezenas de veículos, no estacionamento da SOCIESC Pinheirinho.
DNF 2018
Acontece neste domingo mais uma edição do encontro em comemoração ao Dia Nacional do Fusca. O estacionamento da SOCIESC Pinheirinho receberá dezenas de AirCooleds de todos os modelos, para marcar a data.

Podem ser expostos apenas veículos com motor refrigerado a ar. Para expor seu carro, a taxa é de R$ 20,00 + 1kg de alimento por carro. Visitantes não pagam ingressos. O evento acontece neste domingo, 21/01, das 7h às 17h. 

Além dos carros, o público contará com praça de alimentação, venda de peças, sorteio de brindes, espaço kids e restaurante. 

A SOCIESC fica na BR 116, Km 106,5 nº 18.805 Linha Verde / Pinheirinho - Curitiba - PR.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Stock Car deve vir a Curitiba em 08/04

Principal categoria do Automobilismo Brasileiro divulgou o calendário prévio.
Stock Car deve correr em Curitiba no dia 8 de abril.
A Stock Car vem a Curitiba em 8 de abril. Ao menos é o que mostra o calendário prévio da categoria, divulgado pelo piloto paranaense Gabriel Casagrande em seu Instagram e mais recentemente pela própria Stock Car. Além de Curitiba, Londrina e Cascavel estão garantidas nesta temporada. Ao todo, serão 12 datas, sendo três ainda em aberto. Faltam datas para Curvelo, Goiânia e Argentina. Se confirmando estas praças, Curitiba deverá ter novamente apenas uma prova na temporada.

Confiram o calendário prévio da Stock Car:
10/03 - Interlagos - Corrida de Duplas
08/04 - Curitiba (Ou alternativa)
22/04 - Velopark
06/05 - Londrina
20/05 - Santa Cruz do Sul
05/08 - A definir - Corrida do Milhão
19/08 - A definir
09/09 - Cascavel
23/09 - Velocittá
21/10 - Tarumã
04/11 - A definir
09/12 - Interlagos

Confiram o calendário prévio da Stock Light:
10/03 - Interlagos - Corrida de Duplas
08/04 - Curitiba (Ou alternativa)
06/05 - Londrina
05/08 - A definir - Corrida do Milhão
19/08 - A definir
23/09 - Velocittá
21/10 - Tarumã
09/12 - Interlagos

Confiram o calendário prévio do Brasileiro de Marcas:
10/03 - Interlagos - Corrida de Duplas
08/04 - Curitiba (Ou alternativa)
20/05 - Santa Cruz do Sul
05/08 - A definir - Corrida do Milhão
19/08 - A definir
09/09 - Cascavel
04/11 - A definir
09/12 - Interlagos

O Mercedes-Benz Challenge dividirá a programação com a Copa Truck.

Google+ Followers