quarta-feira, 30 de maio de 2018

Os carros da prova 4h de Curitiba, do Endurance Brasil

A prova 4h de Curitiba abriu a temporada 2018 do Brasileiro de Endurance, no último dia 28 de abril. Ao todo, reuniu 30 carros no grid. Confiram cada um deles:
19 - D. Serra/ C. Longo (Lamborghini Huracán GT3).
70 - R. Mauricio/ M. Visconde (Porsche 911 GT3 R).
9 - X. Negrao/ Xandinho (Mercedes-Benz AMG GT3). Foto: Bruno Terena.
5 - T. Andrade/ J. Martini (Tubarão).
18 - C. Ricci/F. Poeta/ B.Giacomello (MCR-Lamborghini).
71 - D. Claudino/I. Ely - (MCR).
65 - N. Ribeiro/ J. Ribeiro (Protótipo).
56 - R. Simon/G. Simon (MRX).
63 - G. Ribas/ S. Ribas (BMW M3 GTR).
3 - C. Crestani/F. Stedile (Tornado).
75 - H.Assuncao/F.Fortes/ E.Padron/F. Oashi (MRX).
155 - P.Ferter/R.Mendes (Ferrari 458 GT3).
76 - A. Cignetti/R. Furquim/ J. P. Magalhaes (Protótipo).
131 - C. Brockveld/R. Bonora/ R. Holtman (Protótipo).
25 - N. Faustini/ N. de Sa (Protótipo).
74 - J. Tinoco/E.Colamarino/ V. Penques (Protótipo).
26 - O. Scheer/E.Scheer/ J. Moro (AJR).
88 - C. Kray/D. Muffato/ V. Orige (AJR).
40 - D. Pardo/A. Pardo (Aldee).
151 - S. Pistili/V. Pinheiro (Protótipo).
146 - R. Perez/J.Cordova/ M.Karam (Protótipo).
72 - C.Antunes F./Y. Antunes/ R. Dalpont (MRX).
35 - J. Bana/D. Bana (Protótipo Predador).
32 - P. Sousa/ M. Kern (Protótipo).
20 - W. Ebrahim/ F. Ebrahim (Audi R8).
37 - S. Turvey/ T. Riberi (Protótipo).
80 - A. Finardi/M. Campagnolo (Protótipo).
43 - G. Tomazini/ G. Frey (Protótipo).
Gostou? Então anote já: Dia 27/10 a categoria disputa mais uma etapa aqui em Curitiba.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Domingo acontece o 6º Encontro de Veículos Antigos de Araucária

Evento acontece em novo local.
Encontro de Antigos em Araucária.

Neste domingo acontece o 6º Encontro de Veículos Antigos de Araucária. O evento acontecerá em um novo local, com uma melhor estrutura, na Rua Luiz Francheschi, 525. O evento tem entrada livre para o público e acontece das 9h às 18h.

Modelos de carros antigos que marcaram época: um passeio no tempo!

Detalhes de modelos e marcas que fizeram o sonho dos motoristas de várias gerações e ainda hoje atraem olhares pelas ruas ao redor do mundo.
Mustang. Foto: Freepik.
Quando se trata de carros é comum a preferência por carros mais modernos, dotados de um design mais arrojado e equipados com o que há de mais avançado no que diz respeito a tecnologias automobilísticas.

Hoje em dia, a indústria é possível contar com vários modelos novos no mercado e é normal que muitos motoristas apreciem ficar sempre atentos a essas novidades. Porém, existem também aqueles motoristas que gostam de carros antigos.

O apreço por automóveis fabricados em décadas e anos anteriores é motivado por várias razões. Em alguns casos esse gosto passa por um apelo nostálgico, que em outras situações é a fascinação pelo visual e estilo de tais automóveis.

O fato é que quem procura por carros usados, por exemplo, pode se deparar com alguns modelos de automóveis antigos em excelente estado de conservação. Ou seja, quando o assunto é carro, alguns deles resistem ao teste do tempo.

Antigo ou clássico? Saiba quem é quem 
Quando um carro é considerado antigo e quando um carro é considerado um clássico? Sim, existe diferença entre o antigo e o clássico e quem determina isso é a FIVA, a Federação Internacional de Veículos Antigos, fundada em 1966 na Bélgica.

De acordo com os parâmetros da FIVA, um carro é considerado antigo de acordo com a sua idade. Por outro lado, um carro pode ser considerado clássico quando o seu visual e a sua tecnologia não saem de moda.

O Brasil, por sua vez, conta com a FBVA, a Federação Brasileira de Veículos Antigos, fundada no ano de 1987. Graças a essa instituição, os carros devem obedecer alguns critérios para obterem a famosa placa preta indicando que ele é um legítimo automóvel antigo.

Além da FBVA, o outro órgão no Brasil que tem a permissão de determinar a legitimidade ou não de um carro antigo é o DENATRAN, o Departamento Nacional de Trânsito.

Conforme as indicações da FBVA e do DENATRAN, um carro pode ser considerado antigo quando possui em média 30 anos e possui 80% das suas peças ainda originais. Com isso, ele obtém a placa preta de carro antigo.

Além disso, existem outros requisitos que a FBVA leva em consideração na hora de definir se um carro pode ser considerado antigo ou não. Sendo assim, tais requisitos compreendem:

Estado de conservação
Além de conter mais de 30 anos, o veículo deve estar devidamente conservado para ser avaliado. Nesse caso, o ideal é ter pelo menos 7º% da sua estrutura devidamente bem conservada.

Nesse caso, modificações no motor, por exemplo, impedem que um carro seja considerado antigo. O correto, de acordo com os parâmetros adotados, é que ele possua o motor original de fábrica.

Limpeza
Outro critério importante é a limpeza do carro. O automóvel deve estar devidamente higienizado, tanto na parte da lataria como na sua parte interna, incluindo tapetes e bancos.

Cor original
Um carro para ser avaliado deve ainda contar com a sua cor original de fábrica. Sendo assim, cores que não existiam na sua época de fabricação, o desclassificam como um automóvel antigo.

Além disso, a presença de adesivos, logos e outros adereços também representam um fator impeditivo para um carro adquirir a placa preta o declarando antigo.

Ostentando uma “placa preta”
Vale salientar que o motorista que possui a permissão de ostentar em seu carro uma placa preta (o certificando de que ele é antigo) passa a contar com alguns benefícios. Entre eles, por exemplo, é possível citar que o automóvel fica dispensado da inspeção veicular para controle da emissão de gases poluentes.

Além disso, o veículo também está dispensado de outros itens que para os outros carros são obrigatórios, tais como o cinto de segurança.

Enfim, é interessante salientar que tais exigências impedem que um carro antigo rode nas ruas e estradas em um péssimo estado de conservação.

Na verdade, tais exigências são essenciais para preservar os carros antigos, conservando assim também a história e a importância deles.

Um passeio pelo passado
Quando se trata de história do mundo dos automóveis, vale conhecer então alguns modelos da Chevrolet que são os melhores exemplos de carros antigos. Entre eles estão:

Opala
Foi o primeiro automóvel a ser fabricado no Brasil pela Chevrolet no ano de 1968. Graças ao seu visual imponente, unindo as características do Opel Rekord e Opel Commodore, o Opala marcou época.

Caravan
Esse veículo é um modelo derivado do Opala e também fez muito sucesso no Brasil, especialmente entre o final dos anos 70 e toda a década de 80. É o típico modelo para família, devido a seu espaço e conforto.

Marajó
É a versão nacional do Opel Kadett, produzido na Europa. Esse carro foi muito popular durante boa parte da década de 80, sendo equipado com 1,4 e 1,6l de cilindradas. Sua produção foi encerrada em 1989.

Chevette
É um modelo subcompacto com carroceria hatchback e que foi muito famoso durante os anos 80. Uma das principais características desse automóvel era ser um acessível carro de passeio.

A Ford também conta com vários carros antigos que até hoje seduzem admiradores ao redor do mundo. Entre os seus melhores modelos é possível mencionar o:

Maverick
Um dos carros que se tornou símbolo do automóvel típico da década de 70. É considerado até hoje um dos modelos mais admirados por colecionadores e chegou no Brasil em 1973.

Del Rey
Lançado em 1980, foi um sedã de luxo da Ford, lançado em 1980, o Del Rey contava com modelos de quatro portas e também com modelos de duas portas. Durante seu reinado até 1991, o Del Rey foi um dos mais modernos do período.

Escort
Foi lançado em 1983 para substituir o Corcel, representando assim os modelos de carros para a família brasileira. O Escort foi lançado ao longo dos anos em diferentes modelos, tais como o L, o GL e o XR3.

Independente da tecnologia, o fato é que alguns automóveis se tornam memoráveis pela sua beleza e também pela qualidade que nem o tempo foi capaz de ultrapassar.

Gostou de saber mais sobre os carros antigos? Compartilhe esse texto com aquele seu amigo que sabe, tão bem quanto você, que alguns carros foram feitos para resistir ao teste mais difícil: o teste do tempo.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

1º Encontro Paranaense de DKW - Vemag acontece neste fim de semana, no Museu do Automóvel

Evento reunirá dezenas de carros da marca no local.
Encontro Paranaense de DKW.
O Museu do Automóvel de Curitiba sediará o 1º Encontro Paranaense de DKW - Vemag, neste fim de semana. O evento reunirá diversos carros da marca e o público ainda pode conferir o extenso acervo do Museu. 

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Dupla Leo Zettel / Fred Zettel corre o Rally de Erechim com o Militec-1 como novo patrocinador no XRC

A grande prova do Rally Brasileiro acontece nesta semana.
XRC e Militec-1. Foto: Clayton Medeiros.
Com expectativa de mais de 60 carros no grid, o Rally de Erechim promete ser mais uma vez grandioso. Além de ser o 21º Rally na cidade, Erechim está comemorando 100 anos, o que torna a edição ainda mais especial.

A prova acontece entre os dias 23 e 27 de maio e, além de diversas atividades em comemoração ao centenário da cidade, conta pontos para os campeonatos Sulamericano, Brasileiro e Gaúcho de rally.

Além de disputar o campeonato brasileiro pela primeira vez na categoria principal, a RC2N – para carros com tração integral, a dupla Zettel traz como novidade a estreia da Militec-1 como novo patrocinador da equipe.

A marca número 1 no mercado de condicionador de metais já é parceira antiga de Zettel em diversos eventos e ações promocionais. Agora, a partir desta temporada, passa a apoiar a equipe. “Para nós é motivo de muito orgulho, pois nós já usamos Militec em nossos carros há muito tempo, tanto nos de competição quanto nos de rua. Agora será nossa vez de provar a qualidade de nosso trabalho, dentro e fora das competições”, comemora Zettel.

Os irmãos seguem em busca de somar mais pontos nesta, que será a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally, onde ocupam a 5ª colocação.

Classificação Brasileiro de Rally
1. Milton Pagliosa / Andre Pagliosa – Mitsubishi Lancer EVO X – 16 pontos
2. Paulo Nobre / Gabriel Morales – Mitsubishi Lancer EVO X – 15 pontos
3. Alexandre Horn / Gilson Yoshimura – Mitsubishi Lancer EVO X – 12 pontos
4. Luiz Facco / Francis Herrero – Peugeot 208 Maxi – 10 pontos
5. Leo Zettel / Fred Zettel – Peugeot XRC – 7 pontos

Para temporada 2018 de rally de velocidade, os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel contam com patrocínio da WZ Comm, Militec-1, Industrial Design e apoio da OMP Racing Brasil, S Werner Confecções e Apetrechos.com.br. Mais informações sobre a equipe no site www.zettel.com.br.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Encontro de Ferraris promete agitar o domingo, em Curitiba

O evento acontece na Bello's Car, mas não é aberto ao público.
Adicionar legenda
O Scuderia Ferrari Club Curitiba, único clube oficial de Fãs da marca do Brasil promove neste domingo um encontro de proprietários de Ferrari. Já são 40 carros confirmados, no evento que terá como sede a Bello's Car, próximo ao Parque Barigui. O evento acontecerá das 9h às 17h, porém não será aberto ao público, sendo restrito aos convidados e membros do clube. Mas quem estiver na região, poderá ver o desfile das "Macchinas", para o local aonde será o almoço.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

As fotos e o resultado da prova do Endurance Brasil, disputada em Curitiba

Etapa abriu a temporada 2018 e trouxe novos carros para o grid da prova 4h de Curitiba.
Lamborghini vencedora das 4h de Curitiba.
Uma das novidades no grid da temporada 2018 do Endurance Brasil foi o grande vencedor da etapa de abertura, disputada no último dia 28 de abril. A novíssima Lamborghini Huracan, campeã das 24 horas de Daytona saiu com a vitória das 4h de Curitiba. O carro foi pilotado pela dupla Daniel Serra e Chico Longo.
Mercedes AMG GT3. Foto: Bruno Terena.
O grid ainda contou com outras novidades, como a Mercedes AMG GT3 da dupla Xandy e Xandynho Negrão e do Audi RS3 da dupla C. Andrade/ H. Visconde. Além destes, vários protótipos também estrearam na etapa, trazendo um ar de grandes provas internacionais ao Endurance Brasil.
C. Ricci/F. Poeta/ B.Giacomello (MCR-Lamborghini).
Ao todo, 30 carros compuseram o grid, composto por cinco categorias. A pole position foi do campeão do Brasileiro de Marcas 2017, Vicente Orige, que com o AJR #88 (JLM Racing), com o tempo de 1.13.265.
D. Serra/ C. Longo (Lamborghini Huracán GT3) e N. Ribeiro/ J. Ribeiro (Protótipo).
Nesta primeira etapa, assim como nas demais, o Endurance Brasil contou com o apoio da Stuttgart Porsche, que realizará quatro etapas do campeonato dividindo a programação com o Porsche Club Brasil. A próxima etapa acontece no dia 30 de junho no Autódromo de Interlagos, São Paulo.
D. Serra/ C. Longo (Lamborghini Huracán GT3) e R. Mauricio/ M. Visconde (Porsche 911 GT3 R).
Resultado final da prova 4 Horas de Curitiba:
1º - 19 - D. Serra/ C. Longo (Lamborghini Huracán GT3) - 3:40:15.058 - GT3
2º - 70 - R. Mauricio/ M. Visconde (Porsche 911 GT3 R) - GT3
3º - 9 - X. Negrao/ Xandinho (Mercedes-Benz AMG GT3) - GT3
4º - 5 - T. Andrade/ J. Martini (Tubarão) - P1
5º - 18 - C. Ricci/F. Poeta/ B.Giacomello (MCR-Lamborghini) - P1
6º - 71 - D. Claudino/I. Ely - (MCR) - P1
7º - 65 - N. Ribeiro/ J. Ribeiro (Protótipo) - P1
8º - 56 - R. Simon/G. Simon (MRX) - P3
9º - 63 - G. Ribas/ S. Ribas (BMW M3 GTR) - GT4
10º - 3 - C. Crestani/F. Stedile (Tornado) - P2
11º - 75 - H.Assuncao/F.Fortes/ E.Padron/F. Oashi (MRX) - P2
12º - 64 - C. Andrade/ H. Visconde (Audi RS3) - GT4
13º - 155 - P.Ferter/R.Mendes (Ferrari 458 GT3) - GT3
14º - 77 - A. Cignetti/R. Furquim/ J. P. Magalhaes (Protótipo) - P3
15º - 131 - C. Brockveld/R. Bonora/ R. Holtman (Protótipo) - P3
16º - 25 - N. Faustini/ N. de Sa (Protótipo) - P1
17º - 74 - J. Tinoco/E.Colamarino/ V. Penques (Protótipo) - P3
18º - 26 - O. Scheer/E.Scheer/ J. Moro (AJR) - P1
19º - 88 - C. Kray/D. Muffato/ V. Orige (AJR) - P1
20º - 40 - D. Pardo/A. Pardo (Aldee) - P3
21º - 151 - S. Pistili/V. Pinheiro (Protótipo) - P3
22º - 146 - R. Perez/J.Cordova/ M.Karam (Protótipo) - P1
23º - 72 - C.Antunes F./Y. Antunes/ R. Dalpont (MRX) - P2
24º - 35 - J. Bana/D. Bana (Protótipo Predador) - P1
25º - 32 - P. Sousa/ M. Kern (Protótipo) - P2
26º - 20 - W. Ebrahim/ F. Ebrahim (Audi R8) - GT3
27º - 37 - S. Turvey/ T. Riberi (Protótipo) - P1
28º - 80 - A. Finardi/M. Campagnolo (Protótipo) - P1
29º - 117 - H. Assuncao/E.Padron/ F. Ohashi/F.Fortes (AJR) - P1
30º - 43 - G. Tomazini/ G. Frey (Protótipo) - P3
P.Ferter/R.Mendes (Ferrari 458 GT3).
Grid variado nas 4h de Curitiba.
C. Brockveld/R. Bonora/ R. Holtman (Protótipo) e T. Andrade/ J. Martini (Tubarão).
C.Antunes F./Y. Antunes/ R. Dalpont (MRX) e S. Turvey/ T. Riberi (Protótipo).
C. Ricci/F. Poeta/ B.Giacomello (MCR-Lambo.rghini)
C.Antunes F./Y. Antunes/ R. Dalpont (MRX).
D. Serra/ C. Longo (Lamborghini Huracán GT3) e R. Mauricio/ M. Visconde (Porsche 911 GT3 R)
G. Tomazini/ G. Frey (Protótipo) e G. Ribas/ S. Ribas (BMW M3 GTR).
N. Ribeiro/ J. Ribeiro (Protótipo) e A. Cignetti/R. Furquim/ J. P. Magalhaes (Protótipo).
D. Pardo/A. Pardo (Aldee).
S. Turvey/ T. Riberi (Protótipo) e G. Ribas/ S. Ribas (BMW M3 GTR).
Variedade de categorias do Endurance Brasil.
R. Perez/J.Cordova/ M.Karam (Protótipo) e S. Turvey/ T. Riberi (Protótipo).
J. Bana/D. Bana (Protótipo Predador) e M. Stumpf/R. Stumpf (Protótipo).
R. Mauricio/ M. Visconde (Porsche 911 GT3 R) e G. Ribas/ S. Ribas (BMW M3 GTR).
N. Ribeiro/ J. Ribeiro (Protótipo) e A. Cignetti/R. Furquim/ J. P. Magalhaes (Protótipo).

Google+ Followers