domingo, 11 de dezembro de 2011

Governador Beto Richa vence as 500 Milhas de Londrina, ao lado de Lucas Molo e Anderson Faria, com uma Ferrari F360

500 Milhas de Londrina: Ferrari de Beto Richa/Lucas Molo/Anderson Faria vencem a 20ª edição da competição.
Ferrari do Trio Beto Richa/Lucas Molo/Anderson Faria
O trio Lucas Molo, Anderson Faria e Beto Richa venceu a 20ª edição das 500 Milhas de Londrina 2011, na Geral e no Grupo I, com a Ferrari F360, completando as 262 voltas da prova no tempo de 6h22min18s. A segunda posição na Geral foi da dupla Leandro Totti/Paulo Totaro com o protótipo Spyder, a 12 voltas em terceiro Leonardo Yoshii/Richard Campos à 12 voltas 18s126, em quarto Odone Ranocchi/Gualter Pinheiro à 12 voltas 34s593, em quinto Richard Antony Heidrich/Claudio Simão à 19 voltas, em sexto Leomar Frendich Jr/Leonel Reis à 19 voltas 37s715, em sétimo Diego Pardo/Bruno Pardo/Ademir Pardo à 26 voltas, em oitavo Algacir Sermann/Beto Cazuni à 26 voltas 5s441, em nono Tiago Scarpetta/Marcondes/Ramos a 30 voltas e em décimo Marcio Yamagawa/Arthur Tellis/Maicon Tumiate a 35 voltas. Estas as dez melhores equipes classificadas após a prova.
Largada da prova
As 500 Milhas de Londrina 2011, que há 20 anos é organizada por Daniel Procópio, Beto Borghesi e Aloysio Moreira, contou com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). No Grupo I, domínio total da Ferrari pilotada por Lucas Molo, Anderson Faria e Beto Richa com 262 voltas da prova no tempo de 6h22min18s, é claro que um dos mais felizes da equipe era o Governado Beto Richa que pela primeira vez venceu uma prova das 500 Milhas na Geral. “Este é um evento. muito importante, que sempre arruma tempo para se dedicar a este esporte. Montamos uma boa estratégia e conseguimos a vitória na Geral”, declarou Beto Richa. “Poupamos bem o carro e procuramos fugir dos acidentes, tivemos uma pane mecânica no início da prova, onde perdemos oito voltas nos boxes, mas conseguimos recuperar o tempo perdido e quando assumimos a liderança novamente, tivemos a certeza que poderíamos vencer, graças a Deus”, disse Lucas Molo. Com o resultado, Lucas Molo e Anderson Faria sagraram-se campeões brasileiro de Endurance, no Grupo I, sendo que esta foi a terceira conquista de Locas Molo. Em segundo lugar chegaram os pilotos Richard Antony Heidrich/Claudio Simão à 19 voltas e em terceiro Caco Almeida/Eduardo Merhy Neto/Beto Richa à 39 voltas do líder.
Variedade de modelos, no mesmo grid.
Já no Grupo II das 500 Milhas de Londrina, os vencedores Odone Ranocchi/Gualter Pinheiro à 12 voltas 34s593. “Como em toda corrida de longa duração, poupamos o carro no início e aceleramos mais forte na parte final da prova. Largamos em 11º na Geral e em 4º em nosso Grupo, tiramos a diferença, assumimos a ponta e conseguimos a vitória”, explicou Odone Ranocchi. “Foram seis horas e meia de muito trabalho e dedicação de todos na equipe. Eles estão de parabéns, pois nos deram um carro em condições de vencer”, elogiou Gualter Pinheiro. Em segundo ficaram os pilotos Richard Antony Heidrich/Claudio Simão à 19 voltas e em terceiro lugar Leomar Frendich Jr/Leonel Reis à 19 voltas 37s715.

No Grupo III, vitória foi dos Leandro Totti/Paulo Totaro, Protótipo Spyder, a 12 voltas. “Montamos a categoria de só de Spyder, que carinhosamente foi batizada de Totti, pelo Daniel Procópio. Eu e Totaro montamos uma boa dupla, rápida e técnica, que facilitou o trabalho da equipe”, disse Leandro Totti. “Minha parte na equipe era o de não bater e nem rodar, que depois o Totti tirava a vantagem na pista. Mas o carro é muito regular, de difícil quebra, o que facilita o nosso trabalho”, brincou Paulo Totaro. Em segundo lugar Leonardo Yoshii/Richard Campos à 12 voltas 18s126 e em terceiro lugar Leomar Frendich Jr/Leonel Reis à 19 voltas 37s715.
Peugeot 207
Já os vencedores do Grupo IV, foram Diego Pardo/Bruno Pardo/Ademir Pardo à 26 voltas. “Foi a nossa quarta vitória nas 500 Milhas no Grupo IV. Tivemos um problema mecânico e perdemos três voltas parados nos boxes, mas no decorrer da prova, conseguimos nos recuperar e vencer em nossa categoria, com ultrapassagem sobre o então líder na última volta e de quebra fomos campeões também do Brasileiro de Endurance”, declarou Diego Pardo. Em segundo Algacir Sermann/Beto Cazuni à 26 voltas 5s441 e terceiro chegaram Bruno Nascimento/Carlos Tassi À 36 voltas.

Pelo Grupo V, a vitória foi Marcio Yamagawa/Arthur Tellis/Maicon Tumiate a 35 voltas. “Nossa estratégia foi de três paradas para a troca de pilotos e reabastecimento, poupando o carro e mesmo assim acelerando forte”, comentou Arthur Tellis. “Corremos para não quebrar, mesmo assim tivemos um problema num sensor de roda, que resolvemos rápido e conseguimos vencer”, argumentou Márcio Yamagawa. “Montamos a equipe na sexta-feira à noite, pois eu ia correr em outra equipe mas não deu certo e corri com o Yamagawa e o Tellis. O trio deu certo e conseguimos vencer”, desabafou Maicon Tumiate. Em segundo lugar Alvaro dos Santos/Curt Lindner à 38 voltas e em terceiro lugar Steve Tokarski/Bernardo Chyla/Pampuch à 45 voltas.

E no Grupo VI, venceram Renan Pires/Reinaldo Galli Jr à 37 voltas. “Além de vencer em nosso Grupo, ainda chegamos numa boa colocação na Geral, em 12º lugar. Para nossa equipe foi uma vitória em dobro”, declarou Renan Pires. “Foi uma corrida emocionante, onde pudemos impor nosso ritmo de corrida e chegar numa boa posição. Todos em nossa equipe estão de parabéns, pelo empenho e dedicação, pois foram três dias no autódromo, trabalhando muito para chegar a essa conquista”, concluiu Reinaldo Galli Jr. Em segundo lugar Coraldino Vendramini/Aristeu Penalva à 50 voltas.
Pódium
A 21ª edição das 500 Milhas de Londrina está marcada para os dias 6, 7 e 8 de dezembro de 2012, no Autódromo Internacional Ayrton Senna.


Fotos: André Santos/Divulgação

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers