quinta-feira, 9 de março de 2017

Fórmula Truck perde apoio e fica sem a maioria absoluta dos pilotos da categoria

A Fórmula Truck enfrenta dificuldades para viabilizar a temporada 2017.

Muitas dúvidas sobre a temporada 2017 da Fórmula Truck.
Em comunicado divulgado a pouco pela Mastermídia, uma das principais agências de assessoria de imprensa do mercado, o grupo formado pelas maiores equipes e pilotos que competem na Fórmula Truck anunciam que não competirão na temporada 2017 da categoria. 

Com isto, cerca de 20 pilotos e caminhões, incluindo os últimos campeões, ficam de fora do grid e complicam ainda mais a já conturbada situação da categoria para este ano. As equipes informaram que criaram uma associação e em breve, anunciarão seus planos para o ano.

Confiram o comunicado na íntegra:

Comunicado a Imprensa 
Maioria absoluta de equipes e pilotos não participará do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck
O grupo formado por nove equipes e seus respectivos pilotos que participaram do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck em 2016, comunica que seus integrantes não participarão do certame de 2017, em virtude de conflito de ideais que vem norteando a categoria nas últimas temporadas, como falta de diálogo entre organização e equipes, incerteza de chancela do evento pelo órgão competente e falta de calendário prévio (anunciados apenas na segunda quinzena de fevereiro).
Com o intuito de manter a saúde financeira de dezenas de profissionais empregados nas equipes associadas, a credibilidade dos proprietários e pilotos dos referidos times junto aos seus parceiros comerciais e ao público, e buscando soluções viáveis nas áreas organizacional, logística, comercial, financeira, técnica e desportiva, visando a solidez dos eventos de competições de caminhões, brevemente a recém-formada Associação irá anunciar os seus planos para este ano.

Detentora de 20 caminhões de competição em seu quadro de equipes associadas, a Associação já está elaborando um comunicado onde explanará toda a sua atuação em 2017, onde a parceria, união, interação, comunicação e o diálogo estão norteando o rumo do grande evento que nascerá forte e saudável sob novos conceitos.

A Associação de equipes e pilotos é composta pelas equipes RM Competições, DF Motorsport, RVR Motorsports, Muffatão Racing, Dakar Motors, Fábio Fogaça Motorsports, Original Reis, Lucar Motorsports e Clay Truck Racing, que formam um grid de 20 caminhões com pilotos do quilate de Felipe Giaffone, Renato Martins, Roberval Andrade, Leandro Totti, Beto Monteiro, Djalma Fogaça, Adalberto Jardim, Pedro Muffato, David Muffato, Débora Rodrigues, André Marques, Fábio Fogaça, José Maria Reis, Leandro Reis, Diogo Pachenki, Régis Boéssio, Luis Lopes, Alex Fabiano e João Maistro.

1 comente:

  1. Como sempre as competições automobilísticas no Brasil é uma zona, sempre existindo, como em tudo no país, o interesse próprio em detrimento do interesse coletivo.

    ResponderExcluir

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers