segunda-feira, 19 de março de 2018

Porsche Cup abre temporada em Curitiba neste sábado e apresenta novos carros para 2018

Categoria apresenta a nova geração do Porsche 911 de competição, com motor 4.0 e 485cv de potência, que equipará o recém chegado campeonato Carrera Cup e o tradicional GT3 Cup.

O novo carro da Porsche Cup. Foto: Divulgação.
O Porsche Cup vem a Curitiba no próximo sábado e traz como principal novidade os novos carros que serão usados na categoria.

Com a chegada da geração “991/2” do Porsche 911 GT3 Cup, a Porsche Cup passa a realizar dois campeonatos no formato de corridas sprint: a Porsche Império Carrera Cup e a tradicional Porsche Império GT3 Cup.

Em ambos os certames vão alinhar no grid tanto os carros novos – cujas principais novidades são os motores de 4.0 litros e os freios com sistema ABS – quanto os carros de motorização 3.8, modelos que até ano passado competiam na principal divisão da Porsche Império GT3 Cup.

Com o novo Carrera Cup, o Brasil estará alinhado com os principais campeonatos Porsche no mundo. Serão os mesmos carros e as mesmas regras de campeonatos extremamente competitivos, como o Porsche Carrera Cup da Alemanha, Inglaterra, França, Itália, Austrália e Ásia.
Os 911 na sede da Porsche Cup. Foto: Henrique Cardoso.
No grid do novo Carrera Cup, alinharão com os novos modelos 991/2 (4.0) pilotos como o atual campeão overall Miguel Paludo, os bicampeões Ricardo Baptista e Constantino Jr., além do campeão de 2016, Lico Kaesemodel. Aos nomes mais laureados da categoria vão se juntar, com os carros 991/1 (3.8), jovens prodígios das pistas: o trio de vencedores da primeira edição do Porsche Junior Program –Vitor Baptista, Marcus Vario e Marcel Coletta–, o vice-campeão da Stock Light Gaetano di Mauro e o competidor regular da Stock Car e ex-integrante do grid da GP3, Bruno Baptista.

Nas jornadas de sprint, tanto os carros da Carrera Cup quanto os da GT3 Cup vão disputar rodadas duplas de 25 minutos mais uma volta de duração. Para a segunda prova há inversão do grid, em número de posições (4, 5 ou 6) sorteado ainda no pódio pelo vencedor da primeira prova.

A exemplo dos últimos anos, o regulamento desportivo determina a adoção de lastro de êxito (BOP), atribuindo aos carros mais bem colocados na tabela de pontuação uma carga extra conforme a posição no campeonato. Também está mantida a regra dos descartes, por meio da qual os competidores eliminam seus dois piores resultados no ano para o cômputo da pontuação final.

Em 2018 a Porsche Império GT3 Cup vai passar por Curitiba, Interlagos, Velo Città, Goiânia e Termas de Río Hondo, na Argentina. Como nos últimos dois anos, haverá disputa do campeonato de sprint com seis etapas e também três jornadas de endurance. A pontuação combinada dos dois certames indicará o campeão overall da temporada, título conquistado pelo gaúcho Miguel Paludo em 2016 e 2017.

A etapa de Curitiba tem programação de pista nos dias 23 e 24 de março, porém só é aberta a convidados, sem venda de ingressos para a arquibancada.

0 comente:

Postar um comentário

Comentários com fins publicitários devem ser enviados para o nosso e-mail de contato.

Google+ Followers